NOSSAS REDES

ACRE

Em Tarauacá, assassinos do médico Dr Baba serão interrogados em audiência; veja a data

Editorial do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Os réus Felipe de Oliveira Rodrigues e José Renê do Nascimento Avelino, atualmente presos na Penitenciária Moacir Prado, serão interrogados pelo Juiz da Comarca de Tarauacá no dia 25/04/2019, às 11:30 horas da manhã.

A expectativa é que familiares, amigos e admiradores do médico compareçam na frente do fórum local para acompanhar ou assistir a audiência que, em regra, é pública, e pode ser acompanhada por qualquer cidadão. 

O Diretor da Penitenciária Moacir Prado já foi cientificado da data, e deverá providenciar a escolta que fará o transporte dos réus até o fórum da cidade.

Os acusados estão presos no presídio local desde novembro/2018, e desde o dia 14/11/2018 aguardam a audiência de interrogatório.

O Portal Acre Notícias apurou que, nos bastidores, há rumores que líderes de facção ordenaram a morte dos criminosos, razão pela qual ambos estão recolhidos em cela separada dos demais detentos. 

O terceiro acusado LUCAS SILVA DE OLIVEIRA, estar preso no presídio da capital. 

RELEMBRE O CASO:

No sábado, 27 de outubro de 2018, a cidade de Feijó recebeu a chocante notícia que o médico Rosaldo Firmo de Aguiar, 50 anos, tinha sido morto em decorrência de disparo de arma de fogo durante um roubo na residência dele.

A polícia foi acionada e se deslocou para o local, encaminhando o corpo do médico para o hospital, mas ele não apresentava mais sinais vitais.

Após iniciar as investigações a polícia concluiu que o indivíduo que estava com o médico na residência dele tinha sido o responsável por informar os demais criminosos que o Dr. Baba tinha um revólver e planejaram roubar a referida arma naquele dia.

Ocorre que quando invadiram a residência, o médico reagiu ao assalto e por conta disso foi alvejado com um disparo de escopeta que o atingiu na região das costelas, transfixando seu corpo. Em seguida os criminosos pegaram o revólver do médico e se evadiram do local.

O indivíduo que estava com a vítima foi identificado como sendo JOSÉ RENÊ DO NASCIMENTO AVELINO, 19 anos, que após ser ouvido na Delegacia resolveu confessar sua participação no crime, e delatar os comparsas. 

Algumas horas depois a polícia prendeu no Bairro Zenaide Paiva, em Feijó, o nacional FELIPE DE OLIVEIRA RODRIGUES, vulgo “Curica”, 21 anos, que foi apontado como sendo o indivíduo que efetuou o disparo que ceifou a vida do Dr. Baba.

Na manhã de domingo, 28 de outubro de 2018, foi preso o terceiro envolvido e responsável por planejar todo o crime, bem como por transportar os criminosos para a casa do médico e ocultar as armas usadas no crime. Ele foi identificado como sendo LUCAS SILVA DE OLIVEIRA, vulgo “Sula”, 28 anos.

O acusado LUCAS SILVA DE OLIVEIRA, vulgo “Sula”, atualmente estar preso no presídio Dr. Francisco de Oliveira Conde, na capital. 

No decorrer das investigações, a polícia conseguiu encontrar as armas usadas no crime, além do revólver que foi subtraído da vítima, o qual foi escondido pelos criminosos no Ramal Maravilha, em Feijó.

 

Os três indivíduos foram flagranteados e vão responder pelo crime de latrocínio, cuja pena varia de 20 a 30 anos. A polícia continua os trabalhos com o objetivo de identificar se outro indivíduo participou do crime.

QUEM ERA A VÍTIMA

Dr. Baba era um médico conhecido e querido pela população de Feijó e Tarauacá, tendo em vista os relevantes trabalhos que prestou de forma voluntária nos lugares mais distantes destes municípios. Recentemente ele tinha adquirido com recursos próprios uma embarcação para atender a população ribeirinha. Também se fez conhecido no Estado do Acre por “denunciar” em seu perfil do Facebook a má aplicação dos recursos públicos, tanto nas áreas da saúde, bem como educação, infraestrutura e outros setores.

.

A polícia diz que os suspeitos queriam roubar a arma da vítima. Porém, não foi descartada a hipótese de crime por motivação política, tendo em vista que o médico apoiava o presidenciável Jair Bolsonaro.
.
No dia do crime, o médico tinha trabalhado pela manhã no hospital da cidade e à noite estava em casa quando foi morto pelos criminosos. A investigação aponta que a possível intenção dos bandidos era roubar uma arma que estava com o médico, um revolver calibre 38. De acordo com a polícia, Aguiar teria reagido ao assalto e por isso foi alvejado com uma escopeta (arma de fabricação caseira). Ao todo, três suspeitos teriam participado da ação criminosa.
.
Na época, o então governador Tião Viana lamentou a morte do médico e decretou luto oficial de três dias. “Servidor exemplar, Dr. Baba fazia parte da equipe do Hospital e Maternidade de Feijó, onde trabalhava com muito zelo e atenção em seu atendimento. Salvou muitas vidas e ajudou com que a maternidade estivesse há um ano sem morte alguma”, disse em nota.
.

ACRE

Dia C: Sicoob Acre entrega mais de dois mil kits em comunidades carentes da capital e interior do Estado

Assessoria, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Apesar da pandemia do novo coronavírus (Covid-19) no estado, a Cooperativa de Créditos e Investimentos do Acre (Sicoob Acre) participou neste sábado, 4, do Dia de Cooperar, ou Dia C, atividade desenvolvida pela Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB). Direcionada em ações de combate à doença neste período, a instituição financeira entregou de forma gratuita mais de dois mil kits de higiene e proteção, com máscaras e álcool em comunidades carentes da capital e interior.

Celebrada sempre no segundo sábado de julho, a data este ano tem como tema “Atitude simples movem o mundo” realizada nos 26 estados brasileiros, além do Distrito Federal. No estado, a ação do Sicoob Acre atendeu diversos bairros de Rio Branco, Acrelândia, Brasileia e Cruzeiro do Sul. Para evitar aglomerações, as entregas foram feitas pelos próprios colaboradores da entidade de forma individual nos bairros em que eles moram e os próximos.

O Dia C é marcado por diversas ações focadas na responsabilidade social em áreas da saúde, educação, lazer e meio ambiente promovidas pelos sete ramos de cooperativismo atuantes no país, incluindo o cooperativismo de crédito. A ideia é transformar a realidade social de milhares de comunidades por meio da prestação de serviços. Neste ano, as iniciativas já praticadas pelo Sicoob Acre foram ligadas ao novo coronavírus com estímulo a continuidade delas mesmo após o evento.

Presidente do Sicoob Acre, José Generoso explica que duas etapas foram desenvolvidas. “Cooperação Vem à Casa” e “Pilares e Atuação com o Compromisso Social” reuniram todas as cooperativas do estado para desenvolver iniciativas como arrecadações de alimentos e doações financeiras para atender pessoas carentes, além de ajudar instituições do ramo que tenham sido afetadas e correm risco de extintas com direcionamento para os colaboradores e seus familiares.

“O maior compromisso do Sicoob Acre não é o lucro, mas sim ofertar um retorno social positivo e concreto nas comunidades onde estamos inseridos. Neste ano, distribuímos kits de proteção com álcool em gel e máscaras. Também ofertamos orientações de como prevenir a doença em casa e outros ambientes. Abraçamos a causa do Dia C desde a primeira edição como forma de contribuir com a população, isso me deixa muito realizado e feliz”, relata Generoso.

Continue lendo

ACRE

Ordem e Caixa de Assistência reúnem com advogados do Alto Acre e Juruá para avaliarem ações realizadas contra a Covid-19 e projetar novas medidas

Redação do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

A Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Acre (OAB/AC) e a Caixa de Assistência dos Advogados do Acre (CAA/AC) tomam medidas para amenizar os impactos da doença Covid-19 entre a classe. Como forma de diagnosticar e conhecer de perto as dificuldades que os profissionais do Direito enfrentem no cotidiano profissional, as duas instituições reuniram com os advogados do interior.

Nesta semana, o encontro virtual, iniciado no fim do mês passado com a advocacia do Vale do Juruá, foi realizado com advogados e advogadas dos municípios do Alto Acre (Assis Brasil, Brasileia, Epitaciolândia e Xapuri). Assuntos como disponibilização do exame para diagnóstico da Covid-19 aos advogados, familiares e funcionários do escritório na região, audiências virtuais, advocacia dativa, prazo da Requisição de Pequeno Valor (RPV) e outros foram tratados na ação.

“Identificando problemas e necessidades nas localidades que fisicamente estão distantes da Diretoria da Ordem e da Caixa, a gestão pode agir em favor dos profissionais. Esta pandemia alterou nossa rotina de forma drástica e muitos advogados têm enfrentado dificuldades. Quando estamos próximos e conhecemos esses impedimentos, sabemos o melhor caminho para resolvê-los. É um momento de diálogo com todos”, diz o presidente da OAB/AC, Erick Venâncio.

Advogado atuante na cidade de Epitaciolândia, o Geraldo Matos participou do encontro virtual com os colegas da região. Para ele, a Ordem e a Caixa de Assistência mostram estar preocupadas com as demandas locais, além de se esforçarem para solucionar os problemas que causam contratempos. “Foi um encontro muito produtivo que serviu para aproximar ainda mais a OAB e a CAA/AC da gente. Parabenizo toda a advocacia acreana por ter uma Ordem atuante”, fala.

Na reunião feita com a advocacia do Juruá, as entidades também trataram dos mesmos assuntos, além de dialogar sobre o fornecimento e distribuição de álcool gel na Subseção do Vale do Juruá, prazos processuais, Campanha de Vacinação da Advocacia contra a influenza H1N1 e outros. “É importante haver dinâmicas como essa para que possamos atuar da melhor forma possível dentro do dia a dia de trabalho. É uma atividade importante”, finaliza Marcelle Vieira, profissional da área em Cruzeiro do Sul.

Assessoria

Continue lendo

TOP MAIS LIDAS

Grupos de notícias