NOSSAS REDES

ESPECIAL

Em Tarauacá, Gladson Cameli faz visita relâmpago e despreza líderes partidários locais

Editorial do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Foto de capa: Gladson Cameli discursa em último comício no município de Tarauacá. Setembro/2018 [reprodução].

Nesta sexta-feira, 01, o Governador Gladson Cameli esteve nos municípios de Feijó e Tarauacá, onde entregou duas viaturas, coletes balísticos e munições à polícia civil.

Em Tarauacá, Cameli entregou ainda equipamentos médicos e de escritório para o Hospital Dr. Sansão Gomes e a Maternidade Ethel Muriel Geddis. Foram kits para pequenas cirurgias, curetagem uterina, cateterismo umbilical, tesouras cirúrgicas, mesas, desfibrilador, centrífuga laboratorial, berço pediátrico e dezenas de outros equipamentos, desde necessidades básicas para o bom atendimento, e um bebedouro industrial.

As solenidades de entrega foram rápidas e sem qualquer pompa ou cerimonial. O Governador havia pernoitado em Tarauacá, no dia anterior; todavia, não deu nenhuma atenção aos ‘aliados’ no decorrer do dia seguinte.

A Assessoria de Comunicação não compartilhou a agenda de Gladson no município, o que causou mal-estar e revolta entre ‘aliados’.

Gladson evitou alardear aparição pública e silenciou sua agenda no município. Poucas pessoas souberam da agenda.

Gladson foi astuto, e evitou conversar com ‘aliados’. Diante da situação, líderes partidários ficaram revoltados, e criticaram duramente Cameli, caracterizando seu comportamento como desdém e desprezo àqueles que o ajudaram na caminhada ao Palácio Rio Branco.

Procurados por lideranças do município, secretários e assessores de Gladson dificilmente atendem telefonemas.  

REDES SOCIAIS

Área do assinante

Receba publicações exclusivas.

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!
WhatsApp chat