NOSSAS REDES

ACRE

Inflação em Rio Branco não dá trégua na pandemia e acumula alta de 8,44% em 12 meses

Ac24horas, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

A inflação em Rio Branco ficou em 0,96%, segundo o Índice de Preços ao Consumidor – Amplo (IPCA) divulgado nesta sexta-feira (9) pelo IBGE. Esse percentual é levemente maior que o IPCA nacional, de 0,93% e menor que o índice de fevereiro, quando a capital do Acre registrou 1,05% de inflação.

O IPCA é calculado pelo IBGE desde 1980, se refere às famílias com rendimento monetário de um a 40 salários mínimos, qualquer que seja a fonte, e abrange dez regiões metropolitanas do país, além dos municípios de Goiânia, Campo Grande, Rio Branco, São Luís, Aracaju e Brasília. Em doze meses, o acumulado do IPCA na capital acreana é de 8,44%, mostrando que a inflação não dá trégua nesta pandemia.

Dos nove grupos de produtos e serviços pesquisados, seis tiveram alta em março. Os transportes tiveram a maior variação (3,81%), após já terem registrado alta de 2,28% em fevereiro, e o maior impacto (0,77 pontos percentuais) no índice do mês.

Em segundo lugar, ficou ´habitação´, com alta de 0,81% e impacto de 0,12 p.p. O grupo ´alimentação e bebidas´ (0,13%), por sua vez, segue desacelerando e contribuiu com 0,03 p.p. no índice de março. No lado das quedas, o destaque foi o ´educação´, que registrou -0,52% após a alta de 2,48% observada no mês anterior. Os demais grupos ficaram entre a queda de 0,07% em ´comunicação´ e a alta de 0,69% em ´artigos de residência´.

Já o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) registro 1,05% de inflação em março.

REDES SOCIAIS

Área do assinante

Receba publicações exclusivas.

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!
WhatsApp chat