NOSSAS REDES

ACRE

Jovem é agredida a chicotadas e quase estrangulada por ex-marido e a atual esposa dele

Contilnet, via Acrenoticias.com - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Uma jovem teve o rosto desfigurado após ser agredida pelo ex-marido e uma mulher que estava com ele, durante uma cavalgada em um ramal no interior do município de Senador Guiomar.

J. O. A, de anos, tem duas filhas com Valdinei Sousa, que foi denunciado na delegacia de Senador Guiomard, sob a acusação de ter esmurrado e chicoteado a ex-esposa.
A atual mulher de Valdinei também foi denunciada por, segundo a vítima, ter lhe agredido com ajuda de outras mulheres que estavam no local. Ela teria usado um chicote para agredir a ex-esposa do marido.
O pai de J. O. A., um jornalista que mora no Rio de Janeiro, está vindo para o Acre para acompanhar o caso. Ele disse ao ContilNetque espera que a justiça acreana puna as pessoas que agrediram sua filha.
“Minha filha foi brutalmente espancada pelo ex-marido e a atual mulher dele. Ficou com o rosto desfigurado, nariz fraturado, por causa de socos desferido pelo casal, foi chicoteada, pisoteada, levou pontapés, quase foi morta por estrangulamento, levou uma “gravata” dada pelo ex-marido”, relata o pai que se diz indignado com a agressão sofrida pela filha.

O acusado, Valdinei de Souza, está sendo procurado pela polícia/Foto: arquivo pessoal

O pai da jovem disse que J.O.A. foi espancada na frente das duas filhas, de 2 e 3 anos de idade. “O covarde do ex-marido, que está foragido, desrespeitou uma medida protetiva, que como proteção, não serve para nada”, completa o pai.
O caso foi registrado na delegacia da cidade como tentativa de homicídio. A Polícia Militar foi atrás dos acusados na fazenda onde residem e no local onde ocorreu as agressões, mas não conseguiu encontrá-los.
O portal ContilNet não foi autorizado a divulgar os nomes da vítima e de seu pai.

ACRE

Terça-Feira Quente E Seca No Acre

Acrenoticias.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

No Acre, tempo bom, quente e ensolarado, mas ventilado. Pequena probabilidade de ocorrem chuvas rápidas e pontuais em algumas áreas.
A umidade do ar mínima, durante a tarde, varia, entre 40 e 60%, no leste e no sul do estado, e, entre 45 e 65%, nas demais áreas.
Os ventos sopram, entre fracos e moderados, da direção noroeste e eventuais variações do norte.

Temperaturas:

– Rio Branco, Senador Guiomard, Bujari e Porto Acre,mínima, entre 19 e 21ºC, e máxima, entre 32 e 34ºC;

– Sena Madureira e Manuel Urbano, mínima, entre 19 e 21ºC, e máxima, entre 32 e 34ºC;

– Brasileia, Epitaciolândia, Assis Brasil, Xapuri e Capixaba,mínima, entre 18 e 20ºC, e máxima, entre 32 e 34ºC;

– Cruzeiro do Sul, Mâncio Lima, Rodrigues Alves e Porto Walter, mínima, entre 20 e 22ºC, e máxima, entre 33 e 35ºC;

– Marechal Thaumaturgo e Jordão, mínima, entre 18 e 20ºC, e máxima, entre 33 e 35ºC;

– Tarauacá, Feijó e Santa Rosa do Purus, mínima, entre 19 e 21ºC, e máxima, entre 33 e 35ºC;

– Acrelândia e Plácido de Castro, mínima, entre 18 e 20ºC, e máxima, entre 32 e 34ºC

Continue lendo

ACRE

Rio Branco é segunda capital com maior número de condutores que usam celular ao volante

Contilnet, via Acrenoticias.com - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

O Ministério da Saúde divulgou um estudo em que aponta que 19,5% da população das capitais do país usam o celular enquanto dirigem. Rio Branco ficou acima da média nacional, aparecendo em segundo lugar, junto com Cuiabá com 24% entre os condutores que mais usam o celular no trânsito, atrás apenas de Belém, com 24,1%.

Pessoas com idade entre 25 e 34 anos representam 25,1% do total de pessoas dirigem e usam celular. Os dados foram divulgados pelo Sistema de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel), foram entrevistadas por telefone 52.395 pessoas, com mais de 18 anos, entre fevereiro e dezembro de 2018.

Estudo foi divulgado nesta segunda/Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

As capitais que apresentaram o menor percentual de uso de celular durante no trânsito foram: Salvador com 14,2%, Rio de Janeiro com 17,2%, São Paulo com 17,4% e Manaus com 18,0%. A pesquisa abordou ainda três outros índices: direção e consumo abusivo de álcool; direção e consumo de qualquer dose de álcool e multa por excesso de velocidade.

Distrito Federal, Fortaleza e Porto Alegre foram as capitais em que o maior número de entrevistados afirmou ter recebido multa por excesso de velocidade, com 15,7%, 14,6% e 14,2% respectivamente. Do outro lado da tabela o destaque fica com a Região Norte, das 5 capitais com menores índices de multas, 4 são da região: Manaus (0,9%); Macapá (2,7%); Belém (5,9%); Campo Grande (7,0%) e Porto Velho (7,1%).

Já no quesito álcool e direção, os homens são os campeões em beber e dirigir. Dos 5,3% dos entrevistados que admitiram beber e dirigir, 9,3% são homens e somente 2% mulheres. A capital com maior número de condutores que consumiram bebida alcoolica e dirigiram foi Palmas, com 14,2% e a com menor número foi Recife, com 2,2%.

Continue lendo

Super Promoções

ACRE.COM.BR ©2017-2019 - Todos os direitos reservados. Diretora Geral: Fernanda da Silva Alfaia

Fale Conosco