NOSSAS REDES

ACRE

Mais de mil pessoas foram vacinadas contra a Covid-19 no primeiro dia de mutirão em Rio Branco

PUBLICADO

em

Mais de mil pessoas foram vacinadas contra a Covid-19 nesta quinta-feira (17), primeiro dia de mutirão que ocorre no Palácio Rio Branco, de acordo com a Secretaria de Saúde do Acre (Sesacre). A ação foi montada de forma estratégica no Centro da capital acreana para avançar na vacinação.

O governo do Estado anunciou, nessa quarta (16), 48 horas de vacinação para o público de 45 a 49 anos. O objetivo é contribuir com o município para a aceleração do processo e atingir o quanto antes o ponto de “imunidade de rebanho”.

A expectativa é vacinar cerca de 2,5 mil pessoas durante essas 48 horas de mutirão

Mutirão vai vacinar até de madrugada em Rio Branco

Uma equipe da Rede Amazônica Acre esteve no local na noite desta quinta para registrar a movimentação. As imagens mostram que a população aderiu à ideia e compareceu para tomar a primeira dose da vacina.

O motorista Alcides da Silva Oliveira, de 49 anos, disse que estava ansioso para receber a vacina. Ele perdeu uma prima e uma tia para o novo coronavírus. Oliveira aprovou o mutirão, mas destacou que todo bairro deveria ter um ponto de vacinação para agilizar o processo.

“Meu medo era de chegar em mim e não resistisse. Graças a Deus estou superando, o medo também, daqui uns dias vou tomar outra [dose] e vai ficar tudo certo”, celebrou.

Motorista Alcides da Silva perdeu uma prima e uma tia para a Covid-19 e celebrou poder tomar a vacina — Foto: Andryo Amaral/Rede Amazônica Acre

Motorista Alcides da Silva perdeu uma prima e uma tia para a Covid-19 e celebrou poder tomar a vacina — Foto: Andryo Amaral/Rede Amazônica Acre

Segunda dose

  • CoronaVac

O intervalo ideal é de 28 dias entre as doses da CoronaVac. Um estudo do Butantan mostrou que a eficácia da vacina foi de 62% com intervalo de 21 a 28 dias, contra 50% com intervalo de até 21 dias.

  • AstraZeneca

Já estudos clínicos da Oxford/AstraZeneca apontaram uma eficácia de 82,4% com a segunda dose, em um intervalo de três meses após a primeira dose.

  • Pfizer

O ministério recomenda que a vacina seja administrada em um intervalo de 12 semanas (três meses). Em nota técnica, a pasta informa que o intervalo maior foi recomendado com base em estudos feitos no Reino Unido – o país optou por aumentar o espaçamento no início da campanha de vacinação, por causa da escassez de doses.

Já a bula do fabricante diz que o imunizante deve ser aplicado em um “intervalo maior ou igual a 21 dias entre a primeira e a segunda dose”.

Colaborou o repórter Andryo Amaral, da Rede Amazônica Acre.

Mutirão de 48 horas deve vacinar mais de duas mil pessoas em  Rio Branco — Foto: Andryo Amaral/Rede Amazônica Acre

Mutirão de 48 horas deve vacinar mais de duas mil pessoas em Rio Branco — Foto: Andryo Amaral/Rede Amazônica Acre

Vacinação no Acre

De acordo com informações do portal de transparência do governo, o Acre recebeu 341.300 doses de vacinas e foram aplicadas 237.778 até essa quinta (17), data da última atualização, sendo 172.372 da primeira dose e 65.406 da segunda. Rio Branco aplicou 113.772 doses e Cruzeiro do Sul 27.331.

Segundo o governo, o número de doses aplicadas que consta no portal refere-se aos dados já inseridos no sistema do Ministério da Saúde, cujas atualizações são realizadas pelos municípios. Por isso, pode haver atraso nas informações.

Área do Leitor

Receba as publicações diárias por e-mail

REDES SOCIAIS

MAIS LIDAS

WhatsApp chat