NOSSAS REDES

ACRE

Manifestantes realizam caminhada pela região central pedindo a saída de Bolsonaro: “Genocida”

PUBLICADO

em

Em protesto contra o presidente Jair Bolsonaro (Sem partido), vários rio-branquenses realizaram uma caminhada pacífica na tarde deste sábado, 24, pelos principais pontos da capital pedindo a saída do presidente da república.

A concentração começou por volta das 15 horas na Gameleira, localizada no 2º Distrito, mas o ato só começou após às 16 horas. Os manifestantes saíram da Gameleira em caminhada e passaram pela ponte Joaquim Macedo com os gritos “Fora, Bolsonaro” ou “Bolsonaro Genocida” e seguiram em direção ao Palácio Rio Branco.

Os atos são organizados pela Campanha Nacional Fora Bolsonaro, composta pelas frentes Povo sem Medo e Brasil Popular, partidos políticos, centrais sindicais e organizações da sociedade civil.

As mobilizações que tiveram início em maio começaram com grandes adesões, mas não registraram o mesmo número de presentes de atos anteriores neste sábado (24). Segundo os organizadores, a baixa adesão ocorreu devido a nova etapa de vacinação contra a covid-19 que compõem o público jovem de 20 anos ou mais na capital, público muito presente contra Jair Bolsonaro.

Assim como as manifestações anteriores, os protestos deste sábado ocorreram de forma pacífica. A maioria dos manifestantes usavam máscaras como medida de proteção contra o coronavírus e o distanciamento social.

O ativista político, Francisco Phantio (PCdoB) afirmou que os protestos irão continuar enquanto o presidente Jair Bolsonaro continuar no poder. Panthio ressaltou que a manifestação é por  salário, emprego, trabalho decente e renda; contra a inflação, carestia e a fome; vacina para todos. Na pauta, além de pedir a saída de Bolsonaro, os manifestantes propõem luta contra as privatizações e reforma administrativa.

Área do Leitor

Receba as publicações diárias por e-mail

REDES SOCIAIS

MAIS LIDAS