NOSSAS REDES

BRASIL

Médico é condenado a 10 anos por estuprar pacientes durante consultas

Editorial do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Pena será cumprida por três estupros e três violações sexuais contra pacientes.

Na foto, o médico Joaquim de Sousa Lima Neto, 58, condenado por três estupros e três violações sexuais contra pacientes durante consultas – Divulgação/Polícia Civil.

A Justiça de Goiás condenou, na semana passada, o médico Joaquim de Sousa Lima Neto, 58, a dez anos, nove meses e 18 dias de prisão, em regime inicialmente fechado, por três estupros e três violações sexuais contra pacientes durante consultas ginecológicas. O médico está preso desde janeiro, quando a Polícia Civil tomou conhecimento dos casos.

Após as acusações recentes contra ele, outras 32 mulheres procuraram a Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (DEM) de Goiânia, onde ele atuava, para prestar queixa pelos mesmos crimes. Entretanto, na maioria dos casos, o prazo da denúncia já havia prescrito.

Segundo as investigações da Polícia Civil, ele agia sempre de forma semelhante: introduzia o dedo nas genitais das vítimas e as ofendia verbalmente enquanto elas estavam deitadas na maca. Em um dos casos, ele teria chegado a praticar sexo oral na paciente, segundo apurou o UOL na ocasião da prisão. O médico trabalhou por 30 anos em um grande hospital na região central da cidade.

Em sua justificativa, o Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO) alegou que o médico aproveitava-se do momento de vulnerabilidade após as vítimas estarem despidas para o exame e violava as mulheres sexualmente, chegando a estuprar algumas delas. Ainda segundo o MP-GO, o acusado fazia perguntas de cunho sexual impertinentes à consulta médica, oferecendo orientações para melhorar o desempenho da relação sexual, embora as pacientes não tivessem solicitado nenhum auxílio nesse sentido.

“Ficou comprovado nos autos que o réu, valendo-se de sua condição de médico e das características próprias do exame ginecológico, induziu as vítimas em erro, a fim de praticar atos libidinosos diversos da conjunção carnal, utilizando-se de meio fraudulento que dificultou a livre manifestação da vontade das ofendidas, consistente na realização de exame de toque ginecológico, sem que houvesse a efetiva necessidade do mencionado exame”, escreveu na sentença a juíza Placidina Pires, da 10ª Vara Criminal de Goiânia.

Segundo a sentença, a defesa do médico argumentou que, devido a sua altura, ele não teria condições de estuprar as vítimas da forma como foi relatado. Procurado pelo UOL, o advogado que defende o médico não retornou para comentar a sentença.

O Conselho Regional de Medicina (Cremego) informou que, no final de janeiro, após tomar conhecimento da prisão do médico por suspeita de abuso sexual contra pacientes, instaurou uma sindicância para apurar a conduta do profissional.

Entretanto, ressaltou que “o procedimento, em andamento no Conselho, tramita em sigilo processual, conforme determina o Código de Processo Ético-Profissional (CPEP) médico”.

Ainda segundo o órgão, a instauração de ação penal e a condenação do médico pela Justiça não interferem na tramitação do processo no Cremego, que apura infrações ao Código de Ética Médica.

Mesmo preso e condenado pela Justiça, o médico “atualmente, encontra-se em situação regular junto ao Cremego, podendo exercer normalmente a medicina em Goiás”, informou o Conselho.

O Conselho informou ainda que, conforme já divulgado anteriormente e de acordo com informação disponível no site do Cremego a todos os interessados, o médico não tem registro na especialidade de ginecologia. O anúncio de especialidade não registrada infringe normas do Conselho Federal de Medicina  (CFM) e também está sendo apurado pelo Cremego. Por UOL.

BRASIL

Bolsonaro: Argentina está cada vez mais próxima da Venezuela

Acrenoticias.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

O presidente Jair Bolsonaro voltou a fazer comentários sobre o processo sucessório na Argentina na manhã deste domingo e disse que o país vizinho está cada vez mais próximo da Venezuela, em seu perfil no Twitter. “Da série JOÃO 8:32 (4) – Com o possível retorno da turma do Foro de São Paulo na Argentina, agora o povo saca, em massa, seu dinheiro dos bancos. É a Argentina, pelo populismo, cada vez mais próxima da Venezuela”, afirmou ele, referindo-se à chapa liderada por Alberto Fernández e que conta com a ex-presidente Cristina Kirchner, como vice.
O presidente eleito da República, Jair Bolsonaro (PSL), participa de uma cerimônia do aniversário de 73 anos da brigada da Infantaria de Paraquedista, na Vila Militar
E completou: “Provérbios 28:19: Quem lavra sua terra terá comida com fartura, quem persegue fantasias se fartará de miséria”. Pouco tempo após o pai postar o comentário em seu perfil no Twitter, seu filho Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), compartilhou o tweet com a seguinte afirmação: “Nós que estamos aqui de fora olhando o que está acontecendo com a Argentina nem acreditamos. Mas ainda creio que a Argentina não naufragará em outubro”, disse o deputado, filho zero três de Bolsonaro.
No último domingo, o atual presidente da Argentina, Mauricio Macri, foi derrotado nas eleições primárias com mais de 15 pontos de vantagem obtidos pelo candidato peronista Alberto Fernández, que tem como companheira de chapa a ex-presidente Cristina Kirchner. As eleições prévias na Argentina servem como uma pesquisa eleitoral do primeiro turno no país, programado para ocorrer em 27 de outubro.

Desde então, Bolsonaro tem feito comentários frequentes sobre a Argentina. Ontem, em breve pronunciamento, em solenidade na Academia Militar das Agulhas Negras (Aman), no Rio de Janeiro, voltou a falar no processo sucessório do país vizinho. “Pedimos a Deus que a Argentina saiba proceder através do povo para não retroceder”, disse ele.

TERRA

Continue lendo

BRASIL

Preço da gasolina não sofreu alteração na capital; litro é vendido a R$ 4,57

Contilnet, via Acrenoticias.com - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

A Petrobras anunciou alta de 4% no preço médio da gasolina e avanço de 3,75% no do diesel em suas refinarias, no início de agosto. Contudo, mesmo com a alta, a reportagem do ContilNet verificou na última semana, que o preço ainda não foi repassado aos donos de postos de combustível de Rio Branco. Com isso, alguns postos estão vendendo a gasolina a R$ 4,59 centavos.
Combustível ainda é um problema no Acre
Os postos que estão praticando um preço abaixo de R$ 4,60 centavos, é Posto Conquista e o Posto Petrobrás da Avenida Ceará. Um dos postos que estão praticando o preço mais baixo da cidade é o Auto Posto Shell da Avenida Ceará, em Rio Branco. O local vende o litro a R$ 4,57 centavos.
No entanto, a péssima notícia é que após a alta nas refinarias, a tendência é que aumente o preço do Posto de combustível deve aumentar nas próximas semanas. “Devido ao aumento nas refinarias, os donos devem repassar o valor ao contribuinte”, explicou um funcionário ao ContilNet, que preferiu não se identificar.

Continue lendo

Super Promoções

ACRE.COM.BR ©2017-2019 - Todos os direitos reservados. Diretora Geral: Fernanda da Silva Alfaia

WhatsApp Precisa de ajuda?