NOSSAS REDES

CURIOSIDADES

Mega-Sena, concurso 2.114: ninguém acerta as seis dezenas e prêmio vai a R$ 25 milhões

Editorial do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Veja as dezenas sorteadas: 17 – 25 – 30 – 35 – 42 – 57. Quina teve 70 apostas vencedoras, cada uma vai levar R$ 34.091,54.

Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 2.114 da Mega-Sena, realizado na noite deste sábado (12) em São Paulo (SP). O prêmio acumulou novamente.

Veja as dezenas sorteadas: 17 – 25 – 30 – 35 – 42 – 57.

A quina teve 70 apostas ganhadoras; cada uma levará R$ 34.091,54. Outras 4.376 apostas acertaram a quadra; cada uma receberá R$ 779,05.

O próximo sorteio será na terça-feira (15). O prêmio é estimado em R$ 25 milhões.

Para apostar na Mega-Sena

As apostas podem ser feitas até as 19h (de Brasília) do dia do sorteio, pela internet ou em qualquer lotérica do país. A aposta mínima custa R$ 3,50.

Probabilidades

A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada. Para a aposta simples, com apenas seis dezenas, com preço de R$ 3,50, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, de acordo com a Caixa.

Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 17.517,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003, ainda segundo a Caixa.

Prêmio deste sábado estava acumulado em R$ 12 milhões, mas ninguém acertou as seis dezenas. — Foto: Marcelo Brandt/G1

Prêmio deste sábado estava acumulado em R$ 12 milhões, mas ninguém acertou as seis dezenas. — Foto: Marcelo Brandt/G1.

CURIOSIDADES

EXCLUSIVO: Repórter investigativo Chiquinho R7 vai até Feijó investigar suspeitas de H1N1; veja o vídeo

Editorial do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

O famoso repórter web e seus óculos estribados, Chiquinho R7, visitou a terra do açaí, e foi conferir os boatos sobre uma possível suspeita de H1N1 no município.

Chiquinho R7 publicou em seu perfil no Facebook, o resultado de sua ação como repórter investigativo no município de Feijó (veja aqui).

Veja o vídeo:

 

O web-repórter Chiquinho R7, que se apresenta sempre como “ao vivaço e melhor do Acre”, visitou o município de Feijó, interior do Acre, para investigar as suspeitas de H1N1 no município.

Segundo as informações, obtidas através do repórter R7 do Acre, que esteve na tarde de hoje com o diretor geral do Hospital de Feijó, é que pelo menos três pessoas morreram nas últimas 48 horas vitimadas por uma forte gripe.

Segundo apurou Chiquinho R7, existe a suspeita de que as mortes podem ter sido ocasionadas pelo vírus H1N1, o que só será confirmado através de exames laboratoriais, realizados em Rio Branco.

Estamos atendendo mais de 115 pessoas por dia, todas apresentando fortes sintomas de gripe. Nossos médicos começam o atendimento pela manhã e entram pela noite“, afirmou Carlos do Basa, atual diretor do Hospital Geral de Feijó.

Continue lendo

ACRE

VÍDEO: Tarauacaense aventureiro, Josenir Melo, faz expedição até Juruá pelos céus do Acre

Editorial do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

O Acre.com.br acompanhou online a aventura pelos ares de Josenir Melo, e fizemos um resumo para você se encantar com as belas paisagens registradas.

Josenir e sua Equipe viajaram através de Paramotor,  também conhecido como Parafly, que é considerado uma adaptação do parapente. Com veículo para apoio terrestre, Melo enfrentou dificuldades, mas concluiu a expedição.

Josenir Melo, acreano, natural de Tarauacá, trabalha como Repórter Cinematográfico, publicou seu seu perfil na rede social, detalhes super interessantes de sua aventura pelos céus do Acre.

Melo, que fez aniversário recentemente (11/04), não mediu esforços e sua expedição foi coroado de amplo êxito, apesar dos percalços, contratempos e desafios.

A EXPEDIÇÃO PELOS ARES

O Acre.com.br apurou que Josenir Melo registrou todos os momentos de sua expedição pelos céus acreanos. O propósito de sua expedição foi alcançar o município de Cruzeiro do Sul, no extremo ocidente da Amazônia, dentro do território acreano.

Segundo Josenir, ´Foram cinco dias de muita emoção, aventura, companheirismo e trabalho em equipe. Durante esse período tivemos atrasos devido às condições climáticas (muita chuva). Infelizmente parte da equipe não pode concluir por motivo de força maior´.

´O veículo de apoio e resgate que conduzia nossos equipamentos, bateu em um enorme buraco na BR 364 causando danos greves ao funcionamento do mesmo, forçando a equipe a abortar a expedição no município de Feijó. Foi então que decidi seguir viajem com o apoio em terra do amigo Luis Carlos Sampaio Figueiredo, concluindo assim a expedição Cruzeiro do Sul´, destacou Josenir.

´Louvo ao meu Deus pela oportunidade de mais uma vez me proporcionar momentos inesquecíveis e únicos, contemplando do alto as maravilhas de Sua criação. E pelos livramentos que sei que não foram poucos. Agradecimentos a Fernando Zamora, Deise Figueiredo, Adriano França Debora França, Sueli Melo Vale,Sirney Vale Cunha Luiz Carlos Sampaio de Figueiredo, prefeito de Cruzeiro do Sul Ilderlei Cordeiro. E aos pilotos de Paramotor Júnior Carneiro (Carneiro auto pecas) e Izaque´ – registrou o aventureiro tarauacaense.

OS DESAFIOS: DIA APÓS DIA

PRIMEIRO DIA DA EXPEDIÇÃO

O primeiro dia da expedição iniciou dia 13 de abril (sábado), por volta das 06 horas da manhã. Partindo de Rio Branco/AC. Da capital acreana, até o município de Sena Madureira o voo durou entre 2/3 horas, conta Josenir. Durante a viagem ocorreram contratempos, e a expedição durou 5 dias.

No Primeiro Dia da Expedição, Josenir e Equipe pararam para almoçar, descansar e reabastecer, após 147 km percorridos. ´Após 4 horas de voo, uma pausa para o almoço e reabastecimento na Fazenda Brasil´, conta Josenir.

Melo enfrentou além do sol a pino, dos céus da Amazônia, muita chuva, o que dificultava as pausas para manutenção, reabastecimento e revisão dos motores. Com as vibrações do motor, peças são danificadas, o que exige paradas e revisões.

Em razão do clima, Josenir e equipe pernoitaram no município de Sena Madureira.

SEGUNDO DIA DE VIAGEM

A viagem atrasou 1 dia devido problemas em um dos motores. O que exigiu um parada forçada em Sena Madureira. A equipe iniciou a viagem no sábado, e durante o domingo permaneceu em Sena Madureira. Retomando a viagem na segunda-feira, dia 15.

TERCEIRO DIA DE VIAGEM

Josenir explica que a viagem atrasou 1 dia em razão dos problemas em um dos motores. Fez uma parada forçada em Sena Madureira, e retomou o percurso na manhã do dia 15.

CHEGANDO EM MANOEL URBANO

Josenir conta que fizeram também uma pausa em Manoel Urbano, para o almoço.

SEGUINDO PARA FEIJÓ

FIM DO TERCEIRO DIA E POUSO NA ESTRADA

QUARTO DIA DA EXPEDIÇÃO

Início do quarto dia sobrevoando o município de Feijó

ENTRE OS MUNICÍPIOS DE FEIJÓ E TARAUACÁ

CHEGANDO EM TARAUACÁ

 

CHEGANDO EM RODRIGUES ALVES

CRUZEIRO DO SUL

Veja o vídeo de sua chegada à Cruzeiro do Sul

Após pousar em Cruzeiro do Sul, e concluir com êxito sua expedição, Josenir Melo visitou uma aldeia indígena, e registrou o momento. Por amigos, foi chamado de ´Cacique dos ares´, e ´Ashaninka legítimo´. Veja a publicação.

Por Acre.com.br

Continue lendo

VOTE NA ENQUETE

Super Promoções

ACRE.COM.BR ©2017-2019 - Todos os direitos reservados. Diretora Geral: Fernanda da Silva Alfaia

Fale Conosco