NOSSAS REDES

BRASIL

Mentira de pernas curtas: Temer diz que “Houve uma verdadeira revolução silenciosa na educação brasileira”

Editorial do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Por incrível que pareça, o Presidente da República afirmou isso mesmo, que “Houve uma verdadeira revolução silenciosa na educação brasileira”. E não é fake news não… a publicação está na página oficial do excelentíssimo Senhor Presidente da República Michel Temer.

Entretanto, a realidade brasileira, e os dados oficiais, mostram outra ideia da educação brasileira: elevados níveis de evasão escolar, analfabetismo funcional e crônico em alta, precariedade das escolas públicas, baixo salários dos professores, sucateamento de universidades federais e estaduais, dentre outras incontáveis mazelas da educação brasileira.

O excelentíssimo Senhor Presidente da República Michel Temer, deu um novo e estranho conceito à ideia de ‘revolução’. Mas sua afirmação é perdoável, afinal, disse que a revolução foi “silenciosa”. Realmente, tão silenciosa que o povo brasileiro ainda não ‘ouviu’, nem ‘viu’.

Pois bem, o presidente da República, Michel Temer, e o ministro da Educação, Mendonça Filho, anunciaram a implementação do Programa Mais Alfabetização na manhã desta quarta-feira passada (28/03), no Palácio do Planalto, em Brasília.

Na ocasião, o presidente destacou as mudanças promovidas pelo Governo do Brasil na educação. “Nosso governo e toda a equipe do Mendonça fizeram uma verdadeira revolução silenciosa na educação brasileira”, afirmou, ao listar as principais ações no setor nos últimos dois anos, como a aprovação do novo Ensino Médio, da nova Base Curricular, ampliação do ensino integral e melhorias no Fies.

Segundo o alarido político, o programa Mais Alfabetização receberá investimento de R$ 523 milhões, nos próximos dois anos, para favorecer o desenvolvimento dos níveis de leitura, escrita e matemática dos alunos matriculados no primeiro e no segundo ano do ensino fundamental. A iniciativa prevê o apoio técnico de um assistente de alfabetização em cada turma.

Para Mendonça Filho, os trabalhos pela alfabetização necessitam de união entre os entes federativos. “Qualquer política pública, para ter capilaridade, presença, atendendo a população na ponta, necessita de conexão direta dos municípios do Brasil”, defendeu.  O ministro anunciou ainda no evento o reajuste de 20% sobre o valor repassado em transporte escolar.

Leia mais aqui.

REDES SOCIAIS

Área do assinante

Receba publicações exclusivas.

MAIS VISUALIZADAS

WhatsApp chat