NOSSAS REDES

DENÚNCIA

Moradores de comunidade se organizam para denunciar no Ministério Público Secretário de Educação de Tarauacá por descaso

Editorial do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Moradores da Comunidade Floresta, na BR-364, sentido Tarauacá-Feijó, se organizam para formalizar denúncia, no Ministério Público, contra o Secretário Municipal de Educação de Tarauacá, pelo descaso na construção da escola 15 de junho.

Segundo os moradores, a obra deveria ter sido entregue em julho do ano de 2015, e até hoje, as obras encontram-se paralisadas. Orçada em R$3.471.442,29 (três milhões, quatrocentos e setenta e um mil, quatrocentos e quarenta e dois reais, e vinte e nove centavos), a obra está inacabada, e sem previsão certa de conclusão.

Os moradores afirmam que, recentemente, a empresa prometeu retomar os serviços: assentou brita, areia, tijolos e alguns equipamentos. Porém, “pelo ritmo da retomada, a obra nunca será concluída“, denuncia uma moradora da comunidade.

O Secretário Municipal de Educação de Tarauacá, ao que parece, nada tem feito para impulsionar essa obra. É dele a responsabilidade de exigir e reivindicar providências, através de documentos ou outros meios. Ele nunca visitou nossa comunidade para explicar e justificar os motivos da obra está inacabada. Nossa comunidade merece explicações, se existe algum documento reivindicando a continuidade queremos ver. Vamos denunciar e procurar nossos direitos“, desabafou uma professora da Comunidade Floresta.

Soubemos que o representante da Empresa Destak é o Sr. João Paulo, e vamos exigir dele também que se explique“, ressaltou a professora da Comunidade.

Em 2018, o então médico Rosaldo Aguiar, denunciou o descaso com a obra, na rede social:

DENÚNCIA

Consumidores lotam praça da Energisa na OCA após aumento na conta de energia

Ac24horas, via Acrenoticias.com - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Após uma avalanche de reclamações nas últimas semanas devido a um suposto aumento desenfreado na tarifa de energia elétrica em Rio Branco, centenas de consumidores procuraram a praça da Energisa situada na OCA, nesta segunda-feira, 30, para tratar questões relacionadas ao aumento da conta referente ao mês de agosto e setembro.

O deputado estadual Edvaldo Magalhães (PCdoB) divulgou em suas redes sociais o registro do repórter fotográfico Juan Diaz, que capturou o movimento dos consumidores na OCA, onde registraram indignações com os preços das contas de energia. “Um verdadeiro golpe da Energisa nos consumidores. Precisamos ampliar esse movimento!”, escreveu o parlamentar.

Na semana passada, a direção do Grupo Energisa no Acre se reuniu com os deputados locais para prestar esclarecimentos sobre a problemática. Na Assembleia Legislativa do Acre, foi instaurada uma CPI para averiguar a situação de suposto aumento abusivo na tarifa.

Em nota, a distribuidora falou que o aumento se deve a incidência da bandeira vermelha. O diretor da Energisa disse na Aleac que “o que dificulta a leitura das contas muitas vezes é que a população joga pedras, agride os funcionários e até atira nos carros dizendo que estão sendo roubados”, justificou Ricardo Xavier.

Continue lendo

DENÚNCIA

ROBERTO DUARTE DENUNCIA O ABASTECIMENTO DE BARCOS DE FORMA IRREGULAR EM CRUZEIRO DO SUL

Assessoria, via Acrenoticias.com - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Durante a sessão desta terça-feira (03), na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac),o deputado Roberto Duarte (MDB) em seu pronunciamento denunciou que os barcos continuam sendo abastecidos de forma irregular no Porto de Cruzeiro do Sul. O parlamentar frisou que, mesmo após o anúncio feito pelo governo do Estado de que o abastecimento dos barcos teria que ser feito com acompanhamento do Corpo de Bombeiros, a prática ilegal continua acontecendo na região.

“Recebi fotos que comprovam que os barcos continuam sendo abastecidos de maneira ilegal em Cruzeiro do Sul, sem nenhum tipo de fiscalização. As imagens mostram um caminhão tanque abastecendo barcos em condições precárias naquela região, isso é um absurdo. Providências precisam ser tomadas”, disse.

Roberto Duarte relembrou a explosão em uma embarcação que deixou 18 pessoas gravemente feridas, no Rio Juruá, em Cruzeiro do Sul. O barco transportava mercadorias, pessoas e combustível para os municípios de Porto Walter e Marechal Thaumaturgo.

“Pensei que esse trágico acidente serviria de exemplo, que as pessoas seriam mais cuidadosas e agiriam com mais responsabilidade.” Acrescentou o deputado.

O parlamentar sugeriu ainda a construção urgente de um porto exclusivo para o abastecimento de combustível em Cruzeiro do Sul, que ofereça uma infraestrutura de segurança, tanto para quem vai abastecer, quanto para os tripulantes das embarcações.

Continue lendo

Super Promoções

WhatsApp chat