NOSSAS REDES

ACRE

Sem ambulância, pacientes são transportados em carroceria de caminhonete em Tarauacá

Notícias da Hora, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Hospital de Tarauacá não tem anestesista, ambulância e sofre com problemas em sua estrutura; Roberto Duarte vai denunciar descaso.

Inaugurado há nove anos pelo então governador Binho Marques, o Hospital Dr. Sansão Gomes, em Tarauacá, não tem ambulância, médico anestesista, está com quase toda estrutura do forro comprometida e quase todos os aparelhos de ar-condicionado danificados. Foi o que viu pessoalmente o deputado estadual Roberto Duarte (MDB) em visita à unidade.

O hospital possui oito médicos, porém não existe nenhum anestesista. As duas ambulâncias do hospital não estão atendendo, uma está quebrada na garagem da unidade, a outra foi enviada para a oficina em a Cruzeiro do Sul. O transporte de pacientes é feito em uma caminhonete do Corpo de Bombeiros. 

PHOTO 2019 05 12 16 40 59

A imensa fila de cirurgias com pelo menos 150 pacientes à espera de atendimento, alguns deles há dois anos, é outro sério problema da Saúde estadual em Tarauacá, observa o deputado emedebista, a partir de informações obtidas por ele na direção da unidade.

Os servidores do hospital afirmam, porém, que o prédio da unidade foi inaugurado já com problemas em sua estrutura. Não é preciso ser especialista para saber que o forro precisa ser urgentemente reconstruído. Os problemas são visíveis. Quase todas as lâmpadas dos corredores estão queimadas e há goteiras por todos os lados. 

Roberto Duarte informou que vai encaminhar à Secretaria de Saúde ofícios com o objetivo de buscar soluções imediatas para o Hospital Dr. Sansão Gomes. 

PHOTO 2019 05 12 16 40 58

O outro lado

A assessoria de imprensa da Secretaria de Saúde do Estado do Acre informou que o governo já providenciou duas ambulâncias para Tarauacá.  “De fato há mais de oito meses essas ambulâncias estão quebradas. A Sesacre estava no processo de enviar duas ambulâncias para Tarauacá. Já estão saindo de Rio Branco duas ambulâncias, uma vermelha e uma branca. Elas vão ficar lá.”

A falta de um médico anestesista na cidade é uma das razões da imensa fila de cirurgias. A Sesacre reconhece a deficiência e afirma que foi aberto um processo simplificado para contratação desse tipo profissional, apesar de reconhecer a enorme dificuldade para encontrar médicos com essa especialidade. 

“Sobre o médico anestesista, já foi aberto um processo simplificado incluindo Tarauacá. Mas é importante informar que é muito complicado e difícil conseguir médicos com algumas especialidades para o interior mesmo com a secretaria oferecendo vantagens.”

PHOTO 2019 05 12 16 40 11

Sem ambulância, pacientes são transportados em carroceria de caminhonete em Tarauacá

Por Luciano Tavares, Notícias da Hora, via Acre.com.br

REDES SOCIAIS

Área do assinante

Receba publicações exclusivas.

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!
WhatsApp chat