NOSSAS REDES

ELEIÇÕES 2018

Relembre frases polêmicas de Jair Bolsonaro

Editorial do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Deputado federal do PSL foi eleito presidente.

Jair Messias Bolsonaro, 63, é o novo presidente do Brasil —o 42º da história e o 8º desde o fim do regime militar (1964-85) que ele admira e cujo caráter ditatorial relativiza.

O deputado do PSL-RJ derrotou neste domingo (28) o ex-prefeito paulistano Fernando Haddad, do PT.

TORTURA

“Pau-de-arara funciona. Sou favorável à tortura, tu sabe disso. E o povo é favorável também” (1999)

Contexto
Em entrevista ao programa “Câmera Aberta”, na TV Bandeirantes, ao tratar do fato de Chico Lopes, ex-presidente do Banco Central, ter invocado o direito de ficar calado em uma CPI.

O que diz hoje:
Pergunte ao pai de uma criança sequestrada o que ele gostaria que fizesse para descobrir o cativeiro. Você tem de ter medidas enérgicas, que alguns consideram tortura”
 

FECHAMENTO DO CONGRESSO

“A atual Constituição garante a intervenção das Forças Armadas para a manutenção da lei e da ordem. Sou a favor, sim, a uma ditadura, a um regime de exceção, desde que este Congresso dê mais um passo rumo ao abismo, que no meu entender está muito próximo” (1999)

Contexto
Discurso na tribuna da Câmara no dia 24 de junho, um dia depois de, numa entrevista, dizer que o Congresso deveria ser “congelado” temporariamente, reclamar que havia leis demais e que os parlamentares eram despreparados.

O que diz hoje
No livro Mito ou Verdade, o filho Flávio Bolsonaro diz que ele usou uma força de expressão que acabou sendo levada ao pé da letra, e que, por si, não significava que o Congresso deveria ser fechado
 

ÍNDIOS

“Ele deveria comer capim ali fora para manter as suas origens” (2008)

Contexto
Após o índio Jacinaldo Barbosa atirar-lhe um copo de água durante audiência pública para discutir a demarcação da reserva Raposa/Serra do Sol

O que diz hoje
Que o Brasil é um povo miscigenado, que todos somos iguais e que não podemos criar privilégios. As demarcações de terras prejudicam o agronegócio e representam uma trava ao desenvolvimento.
 

MULHERES

“Não empregaria [homens e mulheres] com o mesmo salário. Mas tem muita mulher que é competente” (2016)

Contexto
Entrevista ao programa Superpop, da RedeTV

O que diz hoje
Que estava explicando a situação do empresário brasileiro diante da licença maternidade

DITADURA

“Não há a menor dúvida. Daria golpe no mesmo dia, no mesmo dia!” (1999)

Contexto
Ao ser questionado pelo apresentador Jair Marchesini, em programa exibido na TV Bandeirantes, se fecharia o Congresso caso fosse eleito presidente da República

O que diz hoje
“Foi um momento de indignação, 20 anos atrás. Nunca preguei intervenção militar. Só em situação de caos e dentro do que diz a Constituição”.

ESTUPRO

“Jamais ia estuprar você porque você não merece” (2003)

Contexto
Em discussão com a deputada Maria do Rosário (PT) na Câmara, após ela o interromper numa entrevista em que defendia a redução da maioridade penal.

O que diz hoje
Que foi vítima de uma injusta agressão, que tinha sido chamado de estuprador e que apenas reagiu, amparado pelo Código de Processo Penal na figura da retorsão imediata (resposta a uma ofensa anterior)

RACISMO

“Ô. Preta [Gil], eu não vou discutir promiscuidade com quem quer que seja. Não corro esse risco porque meus filhos foram muito bem educados e não viveram em ambientes como lamentavelmente é o teu” (2011)

Contexto
Em entrevista ao programa CQC, em março de 2011, ao ser questionado pela cantora sobre qual seria sua reação caso um filho se apaixonasse por uma negra.

O que diz hoje
Que a entrevista foi editada de modo a prejudicá-lo. Que a pergunta que tinha sido feita era sobre o que faria se o filho de apaixonasse por um gay

QUILOMBOLAS

“Fui num quilombola em Eldorado Paulista. Olha, o afrodescendente mais leve lá pesava sete arrobas. Não fazem nada! Eu acho que nem para procriadores servem mais. Mais de R$ 1 bilhão por ano é gastado com eles” (2017)

Contexto
Em palestra no Clube Hebraica, abril de 2017, ao reclamar que os quilombolas vivem do dinheiro do impostos e que não trabalham

O que diz hoje
Diz que a frase foi infeliz, mas que ser contra as reservas quilombolas não é ser racista. As demarcações, segundo ele, são descomunais e sem razoabilidade, Diz que os quilombolas são usados como massa de manobra para que muitos petistas possam ganhar dinheiro

FUZILAMENTO DE FHC

“Para o crime que ele está cometendo contra o país, sua pena deveria ser o fuzilamento” (2008)

Contexto
Em 1999, durante solenidade no Clube da Aeronáutica. Repetiu a afirmação em pelo menos dois programas de TV

O que diz hoje
Que era uma força de expressão, e que fazia uma alusão ao fato de que o avô do ex-presidente defendia que a família real deveria ser fuzilada caso resistisse ao exílio —episódio descrito no livro 1889, de Laurentino Gomes, lançado em 2013, depois das declarações de Bolsonaro.

FUZILAMENTO DE PETISTAS

“Vamos fuzilar a petralhada aqui do Acre. Já que gosta tanto da Venezuela, essa turma tem de ir para lá” (2018)

Contexto
Durante discurso no centro de Rio Branco em que, segurando um tripé usado para suporte de câmera de filmagem, simulou disparar tiros

O que diz hoje
“Existe uma figura de linguagem, hipérbole. Foi usada. Nada mais além disso. Qual o problema? Ninguém quer matar ninguém, não”

GAYS

“Seria incapaz de amar um filho homossexual. Não vou dar uma de hipócrita aqui. Prefiro que um filho meu morra num acidente do que apareça com um bigodudo por aí” (2011)

Contexto
Entrevista à revista Playboy, em 2011

O que diz hoje
Que não é homofóbico e que nunca foi contra os gays. Mas que seu combate é contra a veiculação do “kit gay” nas escolas por considerar que incentiva precocemente o sexo.

Folha SP

Comentários

Comente aqui

REDES SOCIAIS

Área do assinante

Receba publicações exclusivas.

MAIS VISUALIZADAS

WhatsApp chat