NOSSAS REDES

Capixaba

Saúde confirma segundo caso de sarampo em adolescente na zona rural de Capixaba, no interior do Acre

Editorial do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

A adolescente não enfrenta mais risco de morte, pois passou da fase crítica da doença e não precisou ser internada. Um bebê de 9 meses também foi diagnosticado com a doença.

Na foto: O diretor de Vigilância em Saúde do Acre, Moisés Viana, e o secretário de Saúde do Acre, Rui Arruda falaram sobre os casos confirmados de sarampo (Foto: Quésia Melo/G1)

Após 18 anos, o Acre voltou a registar casos de sarampo. Nesta sexta-feira (10) a Secretaria de Saúde do Acre informou que foram confirmados dois casos da doença. Um deles em um menino de 9 meses de Rio Branco, capital acreana. O outro em uma adolescente de 13 anos na zona rural do município de Capixaba, no interior do estado.

O diretor de Vigilância em Saúde do Acre, Moisés Viana, destacou que os casos foram confirmados preliminarmente pelo Laboratório Central (Lacen), mas foram encaminhados para a Fiocruz para serem analisados, conforme o protocolo do Ministério da Saúde. Os resultados devem ser divulgados pelo Ministério até a próxima semana.

Os dois casos confirmados fazem parte de 16 casos suspeitos no Acre. Os outros 14 foram descartados pelo Lacen – alguns deram positivo para dengue e zika – mas ainda assim foram encaminhados a Fiocruz. A adolescente não enfrenta mais risco de morte pois passou da fase crítica da doença e não precisou ser internada.

“Todos os casos notificados foram tratados como casos confirmados, que é a determinação do Ministério da Saúde. Nesses locais, foi feito o bloqueio vacinal, uma das condutas mais importantes, e a orientação de como proceder o no tratamento dessas pessoas”, explicou Viana.

O bebê de 9 meses, segundo o diretor, nem mesmo chegou a entrar na cobertura vacinal básica já que a imunização é indicada para crianças de um ano a menores de 5 anos. O menino está isolado no Hospital da Criança e apresentou problemas respiratórios.

“A nossa equipe esteve em Capixaba e fez os procedimentos necessários. Precisamos que a Fiocruz, dentro dos protocolos exigidos, libere o resultado desses exames e a gente tenha um fechamento definitivo desses casos como positivos”, destaca o diretor.

No Acre, a meta é vacinar 95% de 63.573 crianças de 1 ano a menores de cinco anos contra o sarampo (Foto: Altemar Alcantara/Semcom)

No Acre, a meta é vacinar 95% de 63.573 crianças de 1 ano a menores de cinco anos contra o sarampo (Foto: Altemar Alcantara/Semcom)

Campanha de vacinação

O secretário de Saúde, Rui Arruda, destaca que a confirmação dos casos aumenta o alerta dos órgãos de saúde. Ele lembra que o Acre demorou, comparado a outros estados do Norte, para ter um caso confirmado mesmo que de forma preliminar.

A Campanha Nacional de Vacinação Contra a Poliomelite e o Sarampo segue até o dia 31 de agosto. No Acre, a meta é vacinar 95% de 63.573 crianças de 1 ano a menores de cinco anos.

Ao todo, o trabalho de imunização mobiliza 185 postos de saúde fixos e móveis, 713 servidores e 110 transportes – carros, barcos e motos – que devem ser utilizados também no “Dia D” marcado para o dia 18 de agosto em todo o Brasil.

“O que precisamos agora é que a população tenha consciência da importância da vacinação. O que dependia da estrutura da Saúde foi feito. Nós antecipamos o início da campanha de vacinação, as equipes técnicas foram aos municípios para treinar os servidores para que soubessem proceder diante da possibilidade de casos”, ressaltou.

O diretor de Vigilância em Saúde do Acre, Moisés Viana, falou também sobre a resistência dos pais em levar os filhos para serem vacinados. Ele lembrou o sarampo não era registrado no Acre há 18 anos e que essa nova geração de pais não viveu o surto da doença, por isso acredita que as pessoas acabaram se acomodando.

“Não tem outro meio de evitar a doença que não seja a vacina. O sarampo mata e é preciso deixar isso claro. Estamos com uma cobertura vacinal de 75% no nosso estado e não atingimos a meta no último ano. Agora, com a volta da doença precisamos incentivar, intensificar os nossos esforços para toda a sociedade para que a gente consiga atingir essa meta”, finaliza. Por G1Ac.

Capixaba

TENTATIVA DE ASSALTO É REGISTRADA NA ALCOBRÁS

Acrenoticias.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Na noite de ontem, quarta-feira, 19 de junho, uma tentativa de assalto foi registrada no Ramal do Barriga, no PA Alcobrás.

Por volta das 22h30, três meliantes invadiram a propriedade do Senhor Mago, secretário de obras do município de Capixaba. Armados com um rifle e uma escopeta, os bandidos amarraram a vítima, porém não levaram nada. Os mesmos procuravam armas. Apesar do susto, o senhor Mago está bem.

A Polícia Civil do município, em mais uma demonstração de agilidade na elucidação de casos, já identificou os suspeitos pela ação criminosa e já está na busca para capturar os envolvidos.

EQUIPE I9 CAPIXABA

Continue lendo

ACRE

Justiça obriga prefeitura de Capixaba a pagar divulgação em jornal local

Gecom TJAC, via Acrenoticias.com - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

O Juizado Especial de Fazenda Pública da Comarca de Capixaba julgou procedente o pedido formulado no Processo n° 0000160-45.2019.8.01.0005, para condenar o Ente Público municipal a pagar ao proprietário do Jornal da Voz da Fronteira a quantia de R$ 5.800,00, referente à execução dos serviços de publicidade.

A decisão foi publicada na edição n° 6.361 do Diário da Justiça Eletrônico (pág. 107), da última quarta-feira, 29. De acordo com os autos, o contrato foi estabelecido em 2018 e tinha o valor total de R$ 7.500,00.

O Município de Capixaba deixou transcorrer o prazo sem contestar a demanda. Por sua vez, a parte autora comprovou que o serviço foi prestado integralmente, mas não foi logrado êxito no pagamento combinado.

A juíza de Direito Louise Kristina, titular da unidade judiciária, esclareceu que o contrato estabelece obrigações recíprocas, “impelindo que cada parte contratante cumpra necessariamente o estipulado, sob pena de responsabilização quanto às perdas e danos”.

Desta forma, caso não ocorra o adimplemento da obrigação, o Juízo autorizou o sequestro de numerário suficiente à satisfação do crédito.

Continue lendo

Super Promoções

ACRE.COM.BR ©2017-2019 - Todos os direitos reservados. Diretora Geral: Fernanda da Silva Alfaia

Fale Conosco