NOSSAS REDES

CURIOSIDADES

Simulação de empréstimo: saiba como funciona

PUBLICADO

em

Está a fim de contratar um empréstimo, mas ainda não sabe o valor a ser tomado? Entenda como funciona a simulação de empréstimo e muitos outros processos que esse serviço oferece.

O empréstimo é um serviço de contratação de capital muito requisitado pela população não só brasileira, mas mundial. Esse tipo de tomada de dinheiro é um meio para auxiliar pessoas que estão com problemas financeiros ou até mesmo ajudar quem está a fim de abrir um negócio, realizar uma reforma ou comprar uma casa.

Independente do motivo que leve à contratação, as empresas que trabalham com esse tipo de serviço possuem método de captar seus clientes: a simulação de empréstimo. Este, sem dúvida alguma, é um meio que facilita tanto a agência que dispõe o valor, quanto à pessoa que está atrás da quantia.

Por isso, se você está interessado em tomar uma quantia a partir desse tipo de serviço, entenda como funciona uma simulação de empréstimo com garantia, como esse processo pode auxiliar na escolha certa e muito mais sobre este tema. Acompanhe!

Como essa pode ser a solução de inúmeros problemas?

O serviço de empréstimos é uma maneira que muitas pessoas encontram de sair de algum problema financeiro. Na maior parte das vezes, estas entraram nesse abismo econômico por falta de planejamento ou até mesmo por um problema grande, que acarretou numa dívida imensurável.

A partir do instante em que se contrata esse tipo de serviço, o consumidor passa a ter uma responsabilidade de pagamento a mais. Muitos temem isso, pois já estão com uma dívida e não querem acarretar outra. No entanto, se o crédito for bem escolhido, dificilmente o contratante irá gerar um novo infortúnio.

A simulação de empréstimo entra nesse instante: para que uma pessoa saiba se aquele contrato está nos parâmetros financeiros dela é preciso realizar uma pequena pesquisa e embasamento. As empresas que oferecem esse tipo de oportunidade automaticamente ganham a preferência do cliente.

Como funciona esse processo?

Para contratar um empréstimo é necessário uma série de atitudes por parte do contratante e por parte do contratado. A tomada dessa quantia não é tão simples quanto parece, porém se for realizada da maneira correta, transforma-se em um benefício para ambos.

Às vezes, todas essas ações acabam se perdendo pelo cliente não gostar e não concordar com a oferta da empresa. Para isso, a simulação de empréstimo é uma solução, tendo em vista uma pequena amostra de como a agência trabalha e o valor que ficará para o contratante.

  • Quantia requerida

O primeiro ponto para realizar uma simulação de empréstimo é estipulando a quantia requerida. Mesmo que ainda não saiba o valor total para contratação é preciso uma ideia de quanto será preciso neste processo.

Uma pessoa, em hipótese alguma, pode iniciar o contrato desse serviço sem ter uma média em mente. Caso isso aconteça, algumas empresas podem aproveitar o momento de vulnerabilidade e acabar coagindo o cliente a realizar uma tomada maior do que é necessário.

Por isso, durante esse processo, coloque um valor médio e tenha em suas mãos como ficaria todo o decorrer do empréstimo. Dessa maneira se torna mais fácil visualizar os procedimentos da simulação.

  • Análise de documentos e renda

Nem todas as consultas exigem essa comprovação, porém ela é muito importante para saber se você está com tudo legal perante o Governo para que o contrato seja realizado de maneira correta e limpa.

A carteira de identidade, carteira de trabalho e outros registros precisam comprovar quem é você à empresa – visto que ela vai ceder uma quantia considerável para o empréstimo – e garantir que caso aconteça algum infortúnio no meio do caminho, que haja uma identidade real a recorrer.

Mas, não somente isso, o comprovante de renda se torna um medidor do valor que pode ser emprestado ao consumidor. Mesmo que este queira uma quantia grande, se na consulta for constatado que o contratante possui uma renda baixa, automaticamente o dinheiro não será liberado. Ou seja, tenha em mãos as documentações que comprovem sua verba mensal.

  • Oferta de valores

Por último, mas não menos importante nesse processo de consulta, é preciso ter atenção na oferta de valores que uma agência oferece ao cliente. Mesmo que você queira, por exemplo, R$10.000,00, algumas empresas não cedem essa quantia.

Durante a simulação é possível conhecer os planos oferecidos e se realmente vale a pena contratar aquela agência, tendo em vista quesitos como número de parcelas, quantia de juros, entre muitos outros.

Ou seja, quando for realizar essa simulação, fique atento a esses três pontos e tome cuidado para não preencher dados errados, pois consequentemente o sistema ofertará valores diferentes e prazos variados.

Existem riscos ao realizar uma consulta?

Muitas pessoas, ao verem como se faz a  simulação principalmente em meios virtuais, ficam com medo de realizar esse processo. Sim, nós sabemos que existem fraudes e até mesmo quadrilhas que roubam dados pessoais e os utiliza de maneira ilegal.

Contudo, esse tipo de serviço não possui riscos se for bem pesquisado e escolhido. Empresas confiáveis, como a fintech CashMe do grupo Cyrela, que é especialista na modalidade de crédito com garantia de imóvel, fornecem ao consumidor uma experiência totalmente gratuita e sem muitas dores de cabeça com documentos e afins.

Portanto, para que não haja problemas, saiba pesquisar qual a melhor agência que fornece esse serviço e se os contratantes já tiveram problemas ao realizar a experiência– tanto no meio virtual quanto no meio físico.

Comentários

Comente aqui

Junte-se a 42.944 outros assinantes

MAIS LIDAS