NOSSAS REDES

ACRE

TJAC participa de abertura do Programa Escola Aberta em parceria com a Secretaria de Educação

Gecom TJAC, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Atendimentos do Centro Médico do TJAC e palestra sobre violência doméstica foram algumas das atividades no evento.

O presidente do Tribunal de Justiça do Acre (TJAC), desembargador Francisco Djalma, e a coordenadora Estadual de Combate à Violência Doméstica e Familiar do Poder Judiciário Acreano, desembargadora Eva Evangelista, participaram da solenidade de abertura do Programa Escola Aberta, desenvolvido pela Secretaria de Estado da Educação, Cultura e Esportes (SEE), no último sábado, 25.

O programa, que tem por finalidade implementar ações educativas de saúde e segurança nas escolas públicas, é executado por meio de parcerias institucionais. Essa primeira etapa, que ocorreu na Escola Profª Heloísa Mourão Marques, o tema foi “Programa Escola Aberta: Alunos Reflexivos”. O TJAC contribuiu com a disponibilidade de serviços do Centro Médico e com a palestra “O reflexo da violência doméstica na instituição escolar”.

A abertura do evento contou com a execução do Hino Nacional e Acreano, por parte da banda do Colégio Militar Tiradentes e teatros. Em seu pronunciamento, o desembargador-presidente Francisco Djalma parabenizou pela iniciativa da SEE.

“Nossa participação nesse programa é estimular. A mensagem que trazemos é para os estudantes entenderem que a violência não compensa. Estudar é a solução. O TJAC sempre estará disponível para parcerias dessa natureza social”, disse.

O secretário da SEE, Mauro Sérgio ressaltou sobre a referência que a escola pública deve ter perante a sociedade. “Acreditamos que a escola de rede pública deve oferecer o melhor para a comunidade. Nossa intenção é que sejam desenvolvidas boas ações nessas atividades”, ressaltou.

Violência doméstica

Na oportunidade, a coordenadora estadual das Mulheres em Situação de Violência Doméstica e Familiar do Poder Judiciário Acreano, desembargadora Eva Evangelista, ministrou a palestra “O reflexo da violência doméstica na instituição escolar”, para mais de cem alunos e professores.

Ela explicou sobre os tipos de violência doméstica, que vai além da agressão física ou estupro, a importância de denunciar e como o silêncio pelo medo de prestar queixa é capaz de prejudicar toda a família.

A coordenadora falou ainda da preocupação do judiciário na questão e colocou a Coordenadoria da Mulher à disposição da unidade escolar para futuras parcerias e trabalhos que possam incentivar a paz no lar.

A parceria entre o TJAC e a SEE para a execução da atividade ocorreu por meio do Termo de Cooperação Técnica, no início de maio/2019. O Poder Judiciário Acreano, por exemplo, se comprometeu a disponibilizar atendimento médico e serviço de saúde através das equipes do Centro Médico e palestras sobre violência doméstica.

REDES SOCIAIS

Área do assinante

Receba publicações exclusivas.

MAIS VISUALIZADAS

WhatsApp chat