NOSSAS REDES

ACRE

Um mês após levar golpes de facão de amante e perder filho, mulher sai da UTI em Rio Branco

G1AC, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Um mês após ter sido agredida a golpes de facão pelo amante, a jovem Mônica Conceição, de 21 anos, deve sair da UTI do Hospital de Urgência e Emergência de Rio Banco nesta terça-feira (30). Após as agressões, a mulher, que estava grávida de 4 meses,perdeu o filho.

A tentativa de feminicídio aconteceu, no dia 30 de março, em uma comunidade rural de Cruzeiro do Sul. Mônica levou vários golpes de facão desferidos pelo amante dela, que foi preso depois de 4 dias do crime.

A mãe de Mônica e um filho dela, de 3 anos, também foram agredidos, mas tiveram ferimentos mais leves e passaram poucos dias internados no hospital de Cruzeiro do Sul.

A mulher teve fraturas em um braço e uma perna, teve dois dedos da mão direita decepados e ainda foi atingida com dois cortes profundos na cabeça que afetaram a massa encefálica.

Depois de dois dias hospitalizada em Cruzeiro do Sul, ela foi encaminhada em estado grave para Rio Branco, onde perdeu o filho e passou por várias cirurgias.

‘Sonha em voltar pra casa’

O marido de Mônica, Anazildo Silva, de 34 anos, que decidiu manter o casamento, mesmo depois que ela engravidou do amante, contou que na semana passada a jovem entrou novamente em estado de coma, mas depois de três dias voltou a falar e passou a apresentar boa recuperação. Por isso, ela teve alta da UTI.

“Domingo da semana passada ela piorou, mas graças a Deus, deu uma melhorada boa e já está com alta da UTI. Ela ainda não está caminhando, mas conversa com a gente e agora está se recuperando bem”, disse o marido.

Por enquanto a jovem ainda não tem previsão de ser liberada para voltar para sua casa em Cruzeiro do Sul. Segundo o marido, ela está sendo acompanhada por psicólogos para se recuperar e só fala que está com muitas saudades da mãe e dos filhos.

“Ela fica querendo falar com a mãe dela. Já até tentamos ligar lá para ela falar com os filhos e com a mãe, mas ainda não conseguimos porque lá os telefones são todos ruins de serviço. O sonho dela é voltar para casa”, afirmou Silva.

REDES SOCIAIS

Área do assinante

Receba publicações exclusivas.

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!
WhatsApp chat