NOSSAS REDES

Eleições 2020

Valorização dos costumes de povos tradicionais norteia o Plano de Governo de Bocalom

Assessoria, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Com um conceito completo para atender a população da maior cidade do Acre em todas as áreas, o Plano de Governo do candidato à Prefeitura de Rio Branco, Tião Bocalom (Progressistas), busca a plena valorização dos costumes dos povos e comunidades tradicionais na área da Cultura. A ideia, que inclui dezenas de metas para resgatar de forma concreta e fortificar cada vez mais o setor local, norteará as ações desenvolvidas pelos próximos quatro anos em uma eventual gestão.


O candidato detalhou parte das propostas durante o bandeiraço e conversas com apoiadores, moradores e juventude realizados no bairro Cadeia Velha na segunda-feira, 26. De acordo com ele, o objetivo é oferecer o suporte total do Município para que os profissionais da área tenham todo o aparato para promover atividades culturais durante todo o ano na capital. A utilização de tecnologia também consta no programa feito por ele.

“Vamos proteger as manifestações culturais, conhecimentos e costumes dos povos/comunidades tradicionais por meio do tombamento, registro, inventário e outras formas de acautelamento. Garantiremos a implementação de medidas minimizadoras e compensatórias voltadas para o patrimônio cultural, com ênfase aos grandes empreendimentos de impacto socioambiental. Somente assim teremos uma interação integrada entre as diferentes manifestações”, disse Bocalom.

Incentivar criação da Banda Musical do Município; resgatar e promover em parcerias os tradicionais festivais de praia; possibilitar a criação, construção, adequação, manutenção e uso de equipamentos (museus, teatros, bibliotecas, cinemas, cineclube, arquivo, entre outros) para constituição de uma rede de equipamentos e espaços públicos para todas as áreas da cultura, e criação do Festival da Agricultura também compõem o extenso projeto para a área cultural.

“Outras metas são a criação do Centro de Tradição Cultural e do Programa Municipal de Valorização dos Artistas da Terra. Como forma de viabilizar estes ideais, destinaremos 1% do orçamento para investimento direto em cultura como forma de garantir as condições financeiras de programas consistentes e relevantes, pois a cultura é formadora de cidadania e base do desenvolvimento sustentável para todos. Pensamos muita coisa boa neste quesito”, encerra ele.

Comentários

Comente aqui

REDES SOCIAIS

Área do assinante

Receba publicações exclusivas.

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!
WhatsApp chat