NOSSAS REDES

ACRE

Cruzeiro do Sul tem crescimento nos casos de dengue e malária durante pandemia de Covid-19

G1AC, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Aumento foi em mais de 2 mil casos comparando o primeiro semestre deste ano com o mesmo período do ano passado.

O município de Cruzeiro do Sul, no interior do Acre, enfrenta um crescimento em mais de 2 mil casos de dengue no primeiro semestre deste ano se comparado com o mesmo período do ano passado. De janeiro a junho de 2019, foram contabilizados 261 casos da doença. Já neste ano, no mesmo período, são contabilizados 2,5 mil registros.

Além da dengue, a cidade também teve um aumento de pelo menos 200 casos de malária. Comparando também o primeiro semestre de 2019, foram 3.030 registros e em 2020, 3.237, segundo dados da prefeitura.

Cruzeiro do Sul enfrenta crescimento nos casos de dengue e malária durante pandemia de Covid-19 — Foto: Getty Images/BBC

Cruzeiro do Sul enfrenta crescimento nos casos de dengue e malária durante pandemia de Covid-19 — Foto: Getty Images/BBC.

“Cruzeiro do Sul passa por um momento de três agravos de doença, que são malária, dengue e esse momento de pandemia do novo coronavírus. Nós não paramos em nenhum momento com as ações”, disse a secretária de Saúde da cidade, Juliana Pereira.

Até a segunda-feira (20), Cruzeiro do Sul que tem uma população estimada de 88,3 mil habitantes, tinha registrado mais de 2,4 mil casos de Covid-19. O município tem a terceira maior taxa de contágio da doença no Acre, com 279 casos a cada 10 mil habitantes.

A secretária de saúde disse que em relação aos casos de dengue, que apresentou um número expressivo de crescimento, os agentes de endemias sofrem restrições na prestação dos atendimentos.

“A gente segue orientações do Ministério da Saúde que tem restrições para os agentes de endemias, que não podem entrar nas casas. Onde tem idoso, só chega até o portão, então isso dificulta fazer o nosso trabalho. Nós temos um histórico que esse foco de dengue está dentro das casas e isso dificulta, mas é um serviço que a população também pode e deve fazer”, falou.

Juliana disse ainda que está sendo planejado um arrastão de limpeza na cidade para os próximos dias, e que a prefeitura também tem reforçado a orientação à população para que faça a limpeza e não deixe água acumulada.

REDES SOCIAIS

Área do assinante

Receba publicações exclusivas.

MAIS VISUALIZADAS

WhatsApp chat