NOSSAS REDES

ACRE

Em apoio ao combate à criminalidade, Prefeitura de Tarauacá homenageia policiais; veja fotos

Assecom - Prefeitura de Tarauacá, via Acrenoticias.com - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

EM NOITE SOLENE, POLÍCIAS CIVIL, MILITAR, SEGURANÇAS E CORPO DE BOMBEIROS RECEBEM GRATIDÃO E RECONHECIMENTO DA PREFEITURA DE TARAUACÁ

Reconhecimento, gratidão e honra. Com esses sentimentos, a Prefeitura de Tarauacá promoveu nesta sexta-feira, dia 29 dezembro, na Câmara Municipal, a entrega de certificados de honra ao mérito, em reconhecimento aos relevantes serviços prestados em prol da segurança no município. 

O evento contou com a presença da Prefeita de Tarauacá, Marilete Vitorino, Vice-prefeito, Chico Batista, dos vereadores Carlos Tadeu, Valdor do Ó, Antonio Araújo, Janaina Furtado e Dolar.

Além das autoridades presentes, estavam secretários municipais, convidados e familiares dos homenageados. 

A prefeita Marilete Vitorino, considerou a homenagem uma questão de reconhecimento ao esforço conjunto em prol da segurança no município de Tarauacá. “Esta homenagem é um reconhecimento aos guerreiros que compõem a segurança pública no município. É notório que desempenharam um trabalho fantástico nos últimos anos. E estes que estão aqui hoje são destaques dentro da corporação; isso é uma conquista de toda sociedade e vamos continuar trabalhando em conjunto, com o propósito de aprimorar as ações do poder público”, disse Marilete Vitorino. 

Na solenidade, as autoridades destacaram a importância do trabalho de cada membro da segurança pública no município.

Todos os homenageados receberam um certificado de Honra ao Mérito, destacando sua participação na redução dos índices de violência no município.
 
Ao final do evento houve um importante momento de confraternização entre autoridades, convidados,  homenageados e familiares, com sessão de fotos, seguido de coffee break. Assessoria.

Veja fotos:

ACRE

Professores e alunos do Ceja entram em pânico após homens em motos fazerem ameaças

Contilnet, via Acrenoticias.com - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Centro de referência na educação de jovens e adultos acreanos que por alguma razão estão buscando recuperar o tempo perdido, o Ceja, instalado no centro nervoso de Rio Branco, a capital do Acre, tinha tudo para se transformar no palco de uma carnificina. Informações obtidas pela Polícia Militar davam conta de que, num dia qualquer e sem hora marcada, pistoleiros a serviço de facções iriam invadir o local e executar professores e alunos.

O tal dia parecia ter chegado na noite desta terça-feira (23). Alunos que haviam deixado as salas de aulas, muitos para fumar sobre o ar livre (afinal, os alunos que ali estudam em sua maioria são adultos), perceberam que um grupo de rapazes, pilotando motos ( eram pelo menos quatro pessoas, em duas motos), pararam em frente à escola e, por acenos, diziam que pessoas iriam morrer. Os acenos eram de que cabeças seriam cortadas, com gestos em relação ao pescoço.

O pânico foi geral. Mesmo com o portão de acesso à escola fechado, professores e alunos, alarmados, procuraram se refugiar. Ali estudam pelo menos 200 pessoas e lecionam mais de 20 professores.

A Polícia foi avisada e os ameaçadores fugiram. O Centro de Educação de Jovens e Adultos, o Ceja, está localizado no centro de Rio Branco, na Rua Epaminondas Jácome, ao lado do prédio da Maçonaria e a poucos metros do prédio da Polícia Rodoviária Federal ( PRF). O problema é que estas instituições, embora localizadas no centro de Rio Branco, estão instaladas no bairro da Base, território livre e em disputa pelas facções rivais que atuam na Capital.

Continue lendo

ACRE

Diarista é preso suspeito de estupro após menina de 9 anos gritar por socorro no interior do AC

G1AC, via Acrenoticias.com - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Um diarista foi preso suspeito de estuprar uma criança de 9 anos em Brasileia, interior do Acre. O homem estava bebendo na casa do pai da menina no domingo (21), quando houve o crime.

O suspeito foi preso após a criança gritar por socorro. Familiares chamaram a Polícia Militar do Acre (PM-AC), que foi até o local e fez a prisão do homem.

O delegado responsável pelo caso, Luiz Tonini, falou que, em depoimento, o suspeito alegou que passou a mão apenas no corpo da vítima.

“Foi para casa dos parentes da menina, que estava com o pai. Em determinado momento, o pai foi comprar cerveja e ele aproveitou que a menina estava na cozinha”, afirmou.

A criança rebateu a versão do suspeito e contou para a polícia que ele tentou beijá-la e ainda passou a mão nas partes íntimas dela.

“Se trata de uma criança, ele foi enquadrado no crime de estupro de vulnerável. Ele disse que foi abraçar, passou a mão nela sem interesse, mas a menina começou a gritar”, frisou.

Continue lendo

VOTE NA ENQUETE

Super Promoções

ACRE.COM.BR ©2017-2019 - Todos os direitos reservados. Diretora Geral: Fernanda da Silva Alfaia

Fale Conosco