NOSSAS REDES

ACRE

Encontro de grafiteiros reúne artistas nacionais e internacionais em Rio Branco

Editorial do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Com o tema “Plantando cores, colhendo ideias”, teve início nesta quinta-feira, 7, o encontro internacional de grafiteiros. O RB Graffiti é uma realização do Coletivo de Artes Urbanas (CAUA), com apoio do governo do Estado e prefeitura de Rio Branco, por meio da Fundação Elias Mansour (FEM) e Fundação Garibaldi Brasil (FGB).

A abertura do evento, que está em sua segunda edição, foi realizada na Usina de Arte João Donato e reuniu artistas de vários estados do Brasil e de outros países.

“O graffiti tem se posicionado como uma arte que traz um posicionamento social e cultural nos espaços urbanos. Esse evento traz um intercâmbio internacional que valoriza essa cultura e a arte urbana, e o estado está presente no apoio a esses movimentos culturais”, ressaltou a presidente da FEM, Karla Martins.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Nesta edição, mais de 70 artistas participam do evento, numa troca de experiências por meio de apresentações artísticas, debates e workshops, além de apresentações de bandas locais e internacionais, Slam (poesia cantada), DJs e batalhas de break e de rimas, entre outros.

Em Rio Branco, alguns locais comuns foram transformados em pontos de encontro para os amantes da fotografia, com um registro mais casual a partir de um cenário cultural com a utilização dessa arte urbana.

“A FGB é uma fomentadora desse evento, que reúne a arte e a expressão cultural por meio das cores, na busca promover uma cultura de paz. A arte do grafite transforma a cidade em uma galeria de arte ao ar livre, como temos alguns espaços na cidade que tiveram outra proporção a partir da arte em grafite”, pontuou o presidente da FGB, Sérgio de Carvalho.

Chermie Ferreira é uma das mulheres em destaque em São Paulo que realiza alguns movimentos sociais urbanos. Durante a programação, ela será uma das palestrantes no workshop em Rio Branco.

“A arte não tem gênero. Queremos disseminar que todas as pessoas podem contribuir de alguma forma com essa cultura. Durante o workshop, vamos passar algumas técnicas utilizadas para deixar as expressões mais coloridas e atraentes ao público em geral e mostrar o potencial que ela representa para o mundo”, disse a artista.

Edson de Jesus fez questão de participar do evento, por visualizar nas redes sociais as produções de artistas acreanos, e parabeniza os organizadores do RB Graffiti.

“Estou muito feliz com este evento, que nos proporciona conhecer pessoas que têm a mesma concepção sobre essa cultura. Fiquei surpreendido com esse apoio no Acre, com um evento dessa magnitude. Parabéns aos acreanos”, destacou.

Um dos organizadores, José Alberto Júnior, conhecido como Jr. TRZ, considera que o encontro representa um marco na arte urbana acreana, através da identidade cultural deixada pelos artistas em vários pontos da cidade. Durante a programação, os artistas irão deixar sua arte em algumas localidades: Rua da África e na quadra poliesportiva da Praça Seis de Agosto (depois da Quarta Ponte).

Programação

Após a abertura do evento, os artistas participaram de um City Tour para conhecer os principais pontos turísticos da cidade. Ainda à tarde, os artistas iniciaram intervneções na Rua África, no bairro Seis de Agosto.

“Ontem fizemos o esquenta do RB Graffiti com mais de dez participantes numa intervenção [pintura em graffiti] no bairro da Paz. Hoje estamos iniciando a intervenção na Rua da Africa [após a Passarela Joaquim Macedo], com a presença do Wagner Santiago, que está contribuindo com o processo de união dos grafiteiros do Brasil. Tem muita coisa boa acontecendo ao longo desses quatro dias”, destacou.

O evento segue até este domingo, 10, e a programação é destinada à toda a família. Divulgação: Facebook/Fernando Oliveira. Foto: Gleilson Miranda/Secom

Comentários

Comente aqui

ACRE

Moradores fecham estrada em Rio Branco em protesto contra buracos e problemas em pontes

G1AC, via Acrenoticias.com - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Moradores da estrada Quixadá fecharam a via, na manhã desta segunda-feira (22), em protesto contra a quantidade de buracos e as condições das pontes da região. Na região, moram mais de 500 famílias.

Conforme os moradores, nem os ônibus de linha, nem os escolares estão entrando na estrada por conta das condições das pontes. Por isso, segundo eles, as crianças estão tendo que fazer o trajeto a pé.

“Nossa reivindicação aqui é porque os ramais estão intrafegáveis, as pontes estão quebradas e nós estamos praticamente isolados. Além disso, os ramais não têm mais acesso ao ônibus escolar e está difícil tirar a produção lá de dentro. Estamos esquecidos pelo poder público. Queremos uma solução concreta e definitiva”, reclamou o morador Jucelino Silva.

Marli da Silva também é moradora da região e afirmou que as pessoas, que vivem nos ramais estão tendo que andar mais de 20 quilômetros para chegar até o local onde passa o ônibus.

“O maior problema é a questão de transporte, porque fica intrafegável quando chove e o ônibus nem entra no Ramal Limoeiro e Boa Água. Quem tem suas produções agrícolas também está quase impossível de trazer. Estamos pedindo socorro, porque já apresentaram uma planilha para nós, mentindo, talvez, porque já faz quatro meses e até agora nada de resolver”, afirmou Marli.

O representante da prefeitura, Ailton Castro, foi até o local e afirmou que estrada está no cronograma da Operação Verão. Segundo ele, a responsabilidade seria do governo do estado, mas a prefeitura se sensibilizou com a comunidade e resolveu enquadrá-la na operação de recuperação de via.

“Essa primeira ponte foi entregue a obra definitiva, a segunda ponte do Redenção, já foi feita a licitação e vai ser aberta a contratação da empresa para poder começar a manutenção definitiva. A ponte do Piragi vai ser restaurada também nesse verão. Então, essa comunidade está sendo atendida pela prefeitura”, disse o representante.

Castro afirmou que ainda não há previsão de quando as obras devem entrar na comunidade. “Claro que a responsabilidade dessa estrada do Quixadá sempre foi do governo do estado. Só que a prefeita se sensibilizou com a comunidade e vai enquadrá-la na Operação Verão. Mas, não definiu data de entrada aqui nessa comunidade”.

Após ouvir os moradores, Castro sugeriu que eles selecionassem cinco representantes para que fossem até a prefeitura se reunir com o secretário de Infraestrutura e Mobilidade Urbana do Município, Marcus Vinícius.

Continue lendo

ACRE

Médico Giovani Casseb deixa “cela insalubre” e é transferido ao Batalhão Militar

Acjornal, via Acrenoticias.com - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

O médico especialista em Medicina da Família, Giovanni Casseb, preso num esquema de venda de anabolizantes, foi transferido a um batalhão da Polícia Militar. A transferência foi feita por militares do Bope, na madrugada desta segunda-feira, de forma discreta e silenciosa. O pai do médico, advogado, argumentou que a cela do presídio é insalubre, muito suja e com cheiro forte, “imprópria para a permanência” do seu filho e cliente. A ordem para transferir Casseb foi dada pelo juiz Raimundo Nonato Maia, da 1ª Vara Criminal da Comarca de Rio Branco. O magistrado foi quem determinou a prisão do médico. O garçom Wendell Oliveira, também preso sob a acusação de vender as drogas prescritas por Casseb, continua preso em cela comum.

A polícia segue na investigação. Uma lista com mais de cem nomes, encontrada na casa do médico, orienta os investigadores, além de receituários preenchidos com timbre e assinatura do profissional. 

Continue lendo

Super Promoções

ACRE.COM.BR ©2017-2019 - Todos os direitos reservados. Diretora Geral: Fernanda da Silva Alfaia

WhatsApp OLÁ INTERNAUTA! : )