NOSSAS REDES

ACRE

EXCLUSIVO: Em Tarauacá, surto de Tuberculose se espalha na Penitenciária Moacir Prado

Editorial do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Unidade prisional estar localizada no município de Tarauacá, interior do Acre.

Um agente penitenciário informou ao Portal Acre.com.br, que muitos prisioneiros da Unidade Prisional Moacir Prado estão infectados pela tuberculose, havendo um caso de surto dentro do presídio, expondo à perigo concreto, presos e agentes penitenciários. 

A tuberculose é uma doença  infecto-contagiosa, endêmica e transmissível, que afeta prioritariamente os pulmões. A doença é causada pelo Mycobacterium tuberculosis ou Bacilo de Koch.

No Brasil, a doença é um sério problema da saúde pública, com profundas raízes sociais. A epidemia do HIV e a presença de bacilos resistentes tornam o cenário ainda mais complexo. A cada ano, são notificados aproximadamente 70 mil casos novos e ocorrem cerca de 4,5 mil mortes em decorrência da tuberculose.

Redação do Acre.com.br manterá o nome do denunciante sob os auspícios do sigilo profissional, mantendo o sigilo da fonte, prezando pela liberdade de imprensa e a ampla garantia conferida ao jornalismo. Nesse sentido, não iremos revelar o nome do agente penitenciário que fez a denúncia. 

Os fatos narrado pelo agente é preocupante, tendo em vista que o número de detentos expostos à tuberculose na referida unidade prisional ultrapassa 600 reeducandos. Segundo o denunciante, entre os detentos e agentes, prevalece um clima de medo ante à vulnerabilidade de exposição ao bacilo da tuberculose. 

Nossa fonte informou que dois agentes penitenciários já adquiriram a doença, mas foram tratados e passam bem. Nossa Reportagem tentou telefonar para o Diretor local do presídio, através do telefone *******820, hoje às 22:00 horas, mas não conseguimos contato.   

Fica aqui a denúncia para as autoridades adotarem providências urgentes, tendo em vista que o preso, provisório ou sentenciado, permanece para todos os efeitos legais, com seu direito à saúde e dignidade humana, nos termos da Constituição Federal e Lei de Execuções Penais. 

Redação informa ao IAPEN/AC, Instituto de Administração Penitenciária do Acre, que o espaço permanece aberto para divulgar sua versão dos fatos, através do e-mail acrenoticia.com@gmail.com ou WhatsApp 99988-7585

Por Acre.com.br

REDES SOCIAIS

Área do assinante

Receba publicações exclusivas.

MAIS VISUALIZADAS

WhatsApp chat