NOSSAS REDES

ACRE

Governo investe mais de R$ 4 milhões e entrega 32 veículos para fortalecer agronegócio

PUBLICADO

em

Em solidariedade, realizada na frente do Palácio Rio Branco nesta segunda-feira, 22, o governador Gladson Cameli (Progressistas) entregou 32 veículos para o Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal (Idaf).

Segundo o governo, o objetivo é fortalecer a infraestrutura de transporte para a execução das atividades de vigilância de campo, bem como outras atividades relativas ao Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal.

Dentre os veículos entregues, estão 15 caminhonetes, 10 veículos tipo SUV, duas Van e 5 quadriciclos. Ao todo, foram investidos R$ 4.626.750,00 (quatro milhões seiscentos e vinte e seis mil e setecentos e cinquenta reais).

Em seu pronunciamento, o chefe do executivo acreano destacou que a prova do sucesso em um governo, é quando se realiza investimentos com recursos próprios. Para o governador, os veículos devem aprimorar os serviços no órgão. “Vai trazer melhoria na infraestrutura básica de transporte do IDAF/AC, suprindo as necessidades técnicas e administrativas para o melhor funcionamento”, ressaltou.

O diretor-presidente do Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal (Idaf), Francisco Tun, fez agradecimentos ao governo do Estado pelos investimentos realizados no órgão, dentre eles, nas melhorias de estrutura e gestão. “Aumentou em quase 100% os recursos do Idaf, melhorias nos equipamentos do Idaf, veículos e contratação de profissionais. Com a orientação do governador, vamos continuar trabalhando pelo engrandecimento do agronegócio”, argumentou.

FOTO: SÉRGIO VALE

O deputado estadual e presidente da Assembleia Legislativa, Nicolau Júnior (Progressistas), destacou a união do governo em prol do projeto do agronegócio. No entanto, o parlamentar pediu uma atenção especial com o a febre aftosa na área do Amazonas.

O líder do governo e deputado estadual, Pedro Longo (PV), destacou que o parlamento vêm realizando os investimentos necessários para o progresso do agronegócio. “Não se faz agronegócio sem investimento. E todo o conjunto tivemos aumento na quantidade de grãos e isso é fruto de uma boa gestão”, comentou.

FOTO: SÉRGIO VALE

Área do Leitor

Receba as publicações diárias por e-mail

REDES SOCIAIS

MAIS LIDAS