NOSSAS REDES

Rio Branco

Incêndio de lojas no centro de Rio Branco gera prejuízos incalculáveis; veja fotos

Notícias da Hora, via Acrenoticias.com - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Um dia após incêndio, ambiente entre lojistas é desolador; resultado da perícia deve sair em 30 dias

Um dia após o incêndio em lojas do Calçadão da Quintino Bocaiúva, região do comércio popular de Rio Branco, o ambiente no local é desolador entre os lojistas. Alguns deles, que tiveram perda parcial de seus produtos, recolhem, desde cedo, o que restou.

O Corpo de Bombeiros do Acre informou que oito lojas foram atingidas. Duas delas, a Armazém do Calçado e a Estilo Magazine, por onde teria começado o incêndio, foram completamente destruídas. Só há escombros. Não há um valor exato dos prejuízos. Mas, a priori, calcula-se algo em torno de R$ 5 milhões.

O vice-presidente do Sindicato dos Camelôs, José Carlos Juruna, disse em entrevista ao Notícias da Hora que as lojas atingidas pelo fogo empregavam 150 pessoas. “Algo muito triste. A gente conta com o apoio das instituições para tentar, junto com os lojistas, recomeçar.”

PHOTO 2019 03 08 08 26 06

Perícia deve sair em 30 dias

O fogo teria começado por volta das 18h30 na Estilo Magazine pela fiação elétrica. O coronel Charles Santos, do setor de perícia do Corpo de Bombeiros, que esteve no local na manhã desta sexta-feira, informou que houve um disparo de alarme na loja assim que a fumaça e o fogo começaram a se alastrar. Desde cedo, peritos do Corpo de Bombeiros examinam o interior da loja. O resultado pericial deve ser informado após 30 dias.

O Corpo de Bombeiros informou que o combate ao incêndio durou mais de cinco horas. Mais de 30 homens estiveram envolvidos com um suporte de cinco viaturas. Para apagar o fogo foram necessários 80 mil litros de água, relatou o coronel Charles Santos.

EDUCAÇÃO

Ufac abre inscrições para mestrado em Ecologia

Assecom UFAC, via Acrenoticias.com - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

A Ufac está com inscrições abertas para o processo de seleção do mestrado acadêmico em Ecologia e Manejo de Recursos Naturais. Ao todo, serão ofertadas 24 vagas. 

Podem candidatar-se graduados em Ciências Biológicas, Ecologia, Ciências Naturais, Engenharia Ambiental, Engenharia Agronômica, Engenharia Florestal, Engenharia de Pesca, Geografia, Gestão Ambiental e Medicina Veterinária.

Os interessados têm até 26 de junho para efetuar a inscrição gratuita, feita exclusivamente através do endereço eletrônico sistemas.ufac.br/ppgemrn. A seleção ocorrerá em três fases: prova de conhecimentos em Ecologia, prova de proficiência em língua inglesa e análise do currículo.

O curso de mestrado em Ecologia e Manejo de Recursos Naturais deverá ser concluído em dois anos, no máximo, e compreenderá 80 créditos, sendo 24 correspondentes ao estudo regular de disciplinas e 56 referentes à dissertação de mestrado.

Continue lendo

JUSTIÇA

Presidente do TJAC e representantes do Grupo Energisa discutem tratativas para atendimento no Fórum dos Juizados Especiais Cíveis

Gecom TJAC, via Acrenoticias.com - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Intenção é prestar atendimento aos clientes em conflitos, antes do ajuizamento das ações.

O Fórum dos Juizados Especiais Cíveis, na Cidade da Justiça, contará, nos próximos dias, com box’s de atendimentos de grandes empresas usuárias do Poder Judiciário Acreano. A intenção é prestar atendimento aos clientes em conflitos, antes do ajuizamento das ações.

Um das empresas que prestará os serviços será a Energisa/Eletroacre cujo projeto foi apresentado, nesta terça-feira, 21, ao desembargador-presidente do Tribunal de Justiça do Acre (TJAC), Francisco Djalma e ao corregedor-geral da Justiça, desembargador Júnior Alberto e equipe.

“Fomos visitados por outras empresas também para fazermos essa parceria de atendimento no Fórum dos Juizados Especiais Cíveis. Acreditamos ser um sistema excelente para o jurisdicionado e vamos estudar o local adequado, com nossa equipe técnica, para podermos providenciar esses atendimentos brevemente”, disse o desembargador-presidente.

O projeto apresentado pelo diretor-presidente da Energisa/Eletroacre, José Adriano Mendes e pela gerente jurídica, Camila Soares, chama-se ‘Expressinho”. O propósito do serviço é driblar transtornos causados tanto para o cliente quanto para a empresa e evitar ações judiciais. A principal meta, segundo eles, é achar a solução do problema e oferecer ao consumidor uma alternativa para firmar acordo.

Os visitantes expuseram ainda o projeto sobre mutirão de audiências para resolver problemas judiciais antigos com clientes no intuito de terminar o processo de forma amigável, por meio do Centro Judiciário de Soluções de Conflitos e Cidadania (CEJUSC).

Na oportunidade, o corregedor-geral destacou a intimação e citação por meio eletrônico, às empresas com grande número de processos, que o Poder Judiciário Acreano começará a utilizar nos próximos dias.

“A medida trará economia ao TJAC e o cadastramento, por parte das empresas, será iniciado no próximo mês”, destacou o desembargador-Júnior Alberto.

Ainda nesta semana, a equipe técnica da Presidência do TJAC visitará o Fórum dos Juizados Especiais Cíveis para trabalhar a logística do espaço que será destinado aos box’s.

Continue lendo

Super Promoções

ACRE.COM.BR ©2017-2019 - Todos os direitos reservados. Diretora Geral: Fernanda da Silva Alfaia

Fale Conosco