NOSSAS REDES

AMAZÔNIA

Políticos de município do Amazonas se enfrentam em luta de MMA

PUBLICADO

em

Políticos de município do Amazonas se enfrentam em luta de MMA

O Brasil é o país do futebol, e isso todo mundo sabe, mas também é a terra onde se produz uma imensa quantidade de campeões de MMA, e os brasileiros sempre tiveram uma presença especial na modalidade. Nos últimos tempos, se tornou comum profissionais das mais diversas áreas se aventurarem nos esportes de combate, e justamente em terras tupiniquins, ocorreu um fato curioso envolvendo uma luta de MMA.

__________Neste mês de dezembro, o prefeito de Borba, município do Amazonas, Simão Peixoto, e o ex-vereador Erineu Alves Da Silva, também chamado de “Mirico”, decidiram resolver suas diferenças através de uma luta de MMA, em um ringue montado na quadra de esportes da cidade. De acordo com o portal BNC, quem acabou saindo vencedor foi o prefeito.

__________O combate entre os políticos foi tão especial, que o público local simplesmente lotou a arena para acompanhar o confronto. A antipatia entre os adversários é antiga, e há algum tempo, Mirico apontou que o prefeito de Borba não tem atuado bem na conservação do balneário da cidade. Zangado pela situação, o ex-vereador desafiou o chefe do Executivo local para um duelo. A atitude de Erineu não agradou em nada Simão, que aceitou o desafio, desde que a luta fosse realizada seguindo regras semelhantes às do UFC.

________Como seu deu o combate

__________Assim que soou o gongo para o início do duelo, Mirico partiu para cima e conseguiu derrubar Simão com um chute nas pernas do adversário. Empolgado com o ótimo momento, o ex-vereador continuou a aplicar diversos chutes baixos, mas em um momento de descuido, o prefeito acertou um direto digno dos grandes pugilistas, que acertou em cheio o rosto de Mirico que acabou caindo.

__________Após esse knockdown, o duelo esfriou e só voltou a empolgar os espectadores no terceiro round, que foi repleto de trocas de golpes desajeitadas. E outra vez, Mirico conseguiu levar perigo ao adversário, mas o prefeito não se abalou e continuou a desferir socos potentes. Após a batalha de três assaltos, os árbitros laterais elegeram Simão o vencedor da luta. E apesar do desentendimento entre os dois adversários políticos, ambos se cumprimentaram com um abraço ao término do duelo. Simão ainda aproveitou a chance para explicar que luta com o ex-vereador só ocorreu para fomentar o desenvolvimento dos esportes na região.

________Brasileiro mantém cinturão do UFC

__________Obviamente a luta entre os políticos de Borba foi um atrativo a parte para os moradores da cidade. Contudo, com todo respeito aos lutadores, o combate teve um baixo nível técnico. Diferentemente da luta vista no UFC 269, onde o brasileiro Charles “Do Bronx” Oliveira, deu um show ao defender o cinturão da categoria dos leves (até 70,3kg) contra Dustin “The Diamond” Poirier. O combate em questão foi um dos mais procurados nas plataformas de apostas, principalmente na Bet365 Brasil, onde os usuários já sabem que vão encontrar odds aumentadas, diversas opções de palpites e a possibilidade de acompanhar os eventos ao vivo. Além disso, a operadora é famosa em território nacional por oferecer bônus expressivos, para que o usuário teste a plataforma sem grandes custos.

__________Mesmo sendo o campeão, em praticamente qualquer lugar fora do Brasil, Charles era visto como o azarão e o Dustin Poirier era tido como favorito a vencer o duelo – mesmo que Do Bronx tivesse vindo de 9 vitórias consecutivas. Com a confiança nas alturas, o brasileiro iniciou o primeiro round mais agressivo que o americano, e apesar de ter levado um knockdown, manteve a postura ofensiva durante toda a luta.

__________Charles acabou perdendo o primeiro round, contudo, no segundo assalto conseguiu impor seu jogo de chão, e acabou esmagando Poirier com diversas cotoveladas por quase 3 minutos. No terceiro round, sabendo que estava com uma leve vantagem, Do Bronx tratou de colar o adversário na grade, e partiu para as costas do americano, dominando suas costas. A partir daí foi só questão de tempo, até “mochilar” Poirier e aplicar um estrangulamento, para o adversário dar os três tapinhas em desistência. E de maneira heróica, o brasileiro manteve seu cinturão e mais uma vez chocou o mundo do MMA.

Junte-se a 42.984 outros assinantes

MAIS LIDAS