NOSSAS REDES

ACRE

Prefeitura de Rio Branco anuncia vacinação de idosos com 66 anos ou mais neste domingo (28); confira locais

G1AC, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

A Secretaria de Saúde de Rio Branco (Semsa) anunciou que vai continuar com a vacinação contra Covid-19 no final de semana e que neste domingo (28) a vacina vai estar disponível para idosos a partir de 66 anos. A vacinação ocorre em um ponto por drive-thru e também em três unidades de saúde do município, de 8h às 17h.

Confira os locais

  • Drive-thru – Pátio do antigo Detran, na Avenida Nações Unidas/ Em frente ao 7º BEC
  • Unidade de Referência de Atenção Primária Roney Meireles (Urap) – Conjunto Adalberto Sena
  • Unidade de Referência da Atenção Primária (Urap) Augusto Hidalgo de Lima – no bairro Palheral
  • Unidade de Referência da Atenção Primária (Urap) Eduardo Assmar – no bairro Quinze

Documentos necessários

Para se vacinar, é preciso apresentar RG ou CPF ou o cartão do SUS para controle e confirmação da identidade e idade do idoso.

No caso dos trabalhadores da saúde, estes devem apresentar carteira do respectivo conselho e RG ou declaração da unidade onde trabalha (para aqueles que não possuem registro) e RG.

Polêmica do final de semana

A secretaria chegou a divulgar que suspenderia a vacinação no sábado para atender ao decreto do governo, que determina o fechamento do comércio aos fins de semana e feriados.

No entanto, após repercussão nas redes sociais, a pasta voltou atrás e decidiu abrir a vacinação para idosos a partir de 67 anos, exclusivamente, no drive-thru em frente ao 7º BEC, na avenida Nações Unidas, no antigo pátio do Detran, neste sábado (27), até às 17h.

“Como houve uma grande comoção nas redes sociais, é compreensível, pra você que tem um idoso em casa que precisa vacinar, amanhã nós vamos abrir o drive-thru do 7º BEC, pra continuar vacinando idosos a partir de 67 anos”, declarou o secretário de Saúde municipal, Frank Lima, em vídeo divulgado na web na noite dessa sexta.

Em nota, o governo informou que não existia proibição em qualquer atividade voltada à saúde da população do Acre, menos ainda, no tocante à vacinação, por ser, obviamente, uma atividade essencial.

Ao G1, o secretário disse que a procura está baixa neste sábado e que menos de 50 idosos foram até o ponto de vacinação para receber a imunização. Ele informou ainda que a previsão é que na segunda-feira (29) comecem a ser vacinados os idosos com idade a partir de 65 anos, em 11 pontos de vacinação.

Colapso

O Acre está com um decreto em vigor, que suspendeu o funcionamento do comércio durante os fins de semana e feriados, para tentar conter o avanço da Covid-19 desde o último dia 13. A Saúde do Acre entrou em colapso e começou a transferir pacientes para Cruzeiro do Sul e ManausAlém disso, o estado acreano segue na bandeira de emergência, representada pela cor vermelha.

No final de fevereiro, o governo adotou novas medidas restritivas para tentar conter o avanço da Covid-19. A partir dessa sexta (26), fica proibida a circulação de pessoas em espaços e vias públicas no período de 22h às 5h.

Na primeira noite de toque de restrição, a polícia registrou mais de 40 ocorrências de desobediência em todo o estado, segundo o Centro Integrado de Comando e Controle (CICC).

Vacinação em Rio Branco

A capital acreana passou a vacinar o público a partir de 67 anos na sexta-feira (26). As equipes utilizam as doses do nono lote que chegaram no sábado (20). A nova remessa trouxe 30.920, sendo 21.500 da Oxford-Astrazeneca e 9.429 da CoronaVac, distribuída e produzida pelo Instituto Butantan.

Na terça (23), a saúde municipal imunizava os idosos com idade a partir de 69 anos nas unidades. E na quinta (25), a vacinação avançou para o público de 68 anos ou mais. Conforme Portal da Transparência, Rio Branco aplicou 23.386 doses de vacina contra Covid-19 até este sábado (27). Em todo estado foram aplicadas 55.720, sendo 44.241 referentes à primeira dose e 11.479 da segunda.

Segundo o governo, o número de doses aplicadas que consta no portal refere-se aos dados já inseridos no sistema do Ministério da Saúde, cujas atualizações são realizadas pelos municípios. Por isso, pode haver atraso nas informações.

REDES SOCIAIS

Área do assinante

Receba publicações exclusivas.

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!
WhatsApp chat