NOSSAS REDES

CORONAVÍRUS

Prevenção à depressão e o suicídio: TJAC lança campanha Setembro Amarelo no âmbito do Judiciário Acreano

Editorial do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

TJAC lança campanha Setembro Amarelo no âmbito do Judiciário Acreano.

Governadora do Estado do Acre, em exercício, desembargadora Denise Bonfim, prestigiou o evento, que aconteceu na manhã desta segunda-feira, 10, na sede do Poder.

Com o slogan “Viver é a melhor opção”, o Tribunal de Justiça do Acre lançou na manhã desta segunda-feira, 10, Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio, a campanha Setembro Amarelo, no âmbito do Poder Judiciário Estadual.

O evento contou com a presença da governadora do Estado do Acre, em exercício, desembargadora Denise Bonfim (presidente da Corte de Justiça); da decana e vice-presidente do TJAC, em exercício, desembargadora Eva Evangelista; da corregedora-geral da Justiça, desembargadora Waldirene Cordeiro; da presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE/AC), desembargadora Regina Ferrari; bem como do diretor-presidente do Instituto de Meio Ambiente do Acre (IMAC), Paulo Viana, dentre várias outras autoridades.

A partir desta semana serão realizadas atividades de conscientização direcionadas aos magistrados, servidores e colaboradores do Poder Judiciário Estadual. O edifício-sede do TJAC, a exemplo de diversas outras instituições públicas e privadas em todo o mundo, será iluminado com a cor amarela, de modo a chamar a atenção da população acerca da problemática representada pelo suicídio.

Além disso, os psicólogos do Centro Médico do TJAC também estarão disponíveis para conversas e para esclarecer dúvidas acerca da depressão e do suicídio.

A corregedora-geral da Justiça, desembargadora Waldirene Cordeiro, destacou o alto índice de suicídios registrados no Estado do Acre – de 7,2 (vítimas) para cada grupo de 100 mil habitantes.

“Hoje o Estado do Acre está muito acima da média nacional, que é de 4,5 (vítimas para cada grupo de 100 mil habitantes). Nossa proposta, portanto, é de fazer um realce pela vida, de proporcionar (aos nossos servidores e colaboradores) uma melhor qualidade de vida, além de realizar conversas com pessoas identificadas com algum tipo de problema. Para isso, nós dispomos do nosso Centro Médico. Quando sabemos que alguém enfrenta algum tipo de dificuldade nós chamamos essas pessoas para uma conversa com nossos psicólogos. É mínimo, talvez, mas essa é uma das formas que nós temos de enfrentar essa dura realidade”, assinalou a magistrada.

Também a governadora do Estado do Acre, em exercício, desembargadora Denise Bonfim, enfatizou a necessidade de um engajamento das instituições no combate ao suicídio.

“Essa é uma campanha que o Poder Judiciário não poderia ficar de fora, tendo em vista seu papel social de conscientização aos nossos servidores, colaboradores, magistrados, bem como à população em geral. Nós temos que nos conscientizar e valorizar a vida. Esse é um problema que pode acontecer conosco, com um filho, com um primo, com um parente, com qualquer um. Esse Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio serve de alerta para todos nós, que sejamos cada vez mais um responsável pelo outro, pelo próximo. Que nós possamos viver com dignidade e com muito amor entre nós”, considerou Denise Bonfim.

O que diz a OMS?

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a cada 40 segundos alguém interrompe a própria vida.

De acordo com a OMS, o número de óbitos autoprovocados (800 mil por ano) é significativamente maior que o número de homicídios registrados (470 mil por ano), o que demonstra a gravidade do problema.

Orientação do CVV

O Centro de Valorização da Vida (CVV) orienta que a melhor forma de ajudar alguém com depressão ou passando por dificuldades de natureza emocional ou psicológica é praticar a chamada escuta ativa, que consiste em conversar com a pessoa de maneira empática, realmente interessada, ouvindo seus problemas sem realizar julgamentos de qualquer natureza, enfatizando sempre a necessidade de busca por apoio médico e psicológico.

Caso a pessoa não deseje conversar, aquele que oferece apoio deve deixar claro que estará disponível em outros momentos. Gecom TJAc.

REDES SOCIAIS

Área do assinante

Receba publicações exclusivas.

MAIS VISUALIZADAS

WhatsApp chat