NOSSAS REDES

ESPORTE

PSG e Basaksehir acusam 4º árbitro de racismo e abandonam jogo da Champions

Redação do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

O jogo entre Paris Saint-Germain e Istanbul Basaksehir, válido pela Uefa Champions League, nesta terça (8), foi paralisado após os dois times deixarem o campo acusando o quarto árbitro Sebastian Colţescu, da Romênia, de racismo contra um jogador da equipe turca.

Pouco tempo após os atletas saírem de campo, a Uefa informou que o jogo estava suspenso.

Aos 16 minutos do primeiro tempo, o atacante Demba Ba, da equipe turca, reclamou que quarto árbitro tinha proferido uma ofensa racista ao identificar Pierre Webó, ex-jogador e hoje membro da comissão técnica do Basaksehir.

Em áudio capturado pela transmissão, Ba confrontou o quarto árbitro: “Você nunca fala este cara branco, então por que quando você vai falar de um negro, você fala este cara negro?”.

O árbitro Ovidiu Haţegan tentou conversar com os atletas do Basaksehir, mas eles tomaram a decisão de deixar o campo. Pouco depois, os jogadores do PSG acompanharam a decisão após gestos de Neymar para que os companheiros deixassem o campo.

Após a paralisação da partida, o Basaksehir usou as redes sociais para se manifestar, mostrando a campanha “Não ao Racismo”, da própria Uefa.

FONTE:YAHOO ESPORTES

Comentários

Comente aqui

REDES SOCIAIS

Área do assinante

Receba publicações exclusivas.

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!
WhatsApp chat