NOSSAS REDES

CAPA

QUASE FATAL: Vídeo e Entrevista com jovem sobrevivente de atropelamento por mototaxista.

Editorial do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

O vídeo mostra o momento quase fatal, em Tarauacá, onde a jovem Richaele quase perdeu a vida, após ser atropelada pelo mototaxista Marnilson.

A reportagem entrevistou a vítima, Richaele.

Tarauaca.net: Conta pra gente como foi o acidente ? O vídeo é esse mesmo?

Richaele: Sofri um acidente, conforme se vê no vídeo. Um sujeito [palavras censuradas pela Redação] bateu na minha moto. Tentei desviar. Mas, mesmo assim ele jogou a moto dele pra cima de mim. Daí em diante não lembro de mais nada. Só lembro quando eu estava na sala de cirurgia, em Cruzeiro do Sul. Vou passar 60 dias só tomando líquido. Depois, retorno pra Cruzeiro do Sul. Estou me recuperando lentamente. 

Tarauaca.net: O condutor da motocicleta, que é mototaxista em Tarauacá, você conhece ? Prestou assistência ou socorro ?

Richaele: Conheço de vista, se chama Marnilson. Não prestou nenhum socorro nem ajuda, até hoje. Segundo consta no Boletim de Ocorrência, lavrado pela Polícia Militar, ele confessou que estava bêbado. Segundo o Boletim da Polícia Civil e Militar e do Corpo de Bombeiro, o mototaxista estava bêbado.

Tarauaca.net: Me conta sobre teu corpo, como você tá ?

Richaele: O atropelamento, conforme se vê no vídeo, cortou um vaso sanguíneo do meu braço. Perdi muito sangue. Estou com dificuldades de fazer qualquer movimento, até de falar não consigo direito. Estou muito triste.

Tarauaca.net: Amigos tem visitado você ? Existem amigos de verdade no mundo?

Richaele: Sim, existem amigos de verdade, muitos. É nessa hora que realmente conhecemos os amigos. Graças à Deus tenho muitos amigos de verdade, prestando solidariedade. Minha gratidão à todos eles. 

Tarauaca.net: No dia do atropelamento, a atuação do policiamento de trânsito, que é realizado pela Polícia Militar, como foi ?

Richaele: Não foi boa a atuação nem a assistência. Após retornar minha consciência, soube por terceiros, que supostamente o mototaxista que me atropelou, tem vários problemas com álcool. A Polícia sequer fez o teste de bafômetro do mototaxista que me atropelou. Inclusive meu primo pediu a realização do bafômetro e do exame DE sangue e toxicológico, e nada foi feito. Primeiramente, no Hospital Dr Sansão Gomes, meu primo foi informado que não era possível realizar tais exames, porque o hospital não tinha recursos para tais procedimentos, bem como se o Policial quisesse atestar teor alcoólico em alguém poderia pegar e fazer com o aparelho Etilômetro (bafômetro), da própria Polícia Militar. Então, meu primo ligou para o 190, e o policial plantonista, que atendeu a ocorrência, disse que os equipamentos estavam todos os bafômetros com problema.

Tarauaca.net: O que a Polícia Militar disse ?

Richaele: Ele (meu primo) solicitou suporte do quartel da PMAC. Mas a PM informou, no ato da ligação pelo 190, que não seria possível, porque os Etilômetros estavam todos com problemas. Nenhum funcionando.

Tarauaca.net: Como foi a recepção no Hospital Dr Sansão Gomes ?

Richaele: O acidente ocorreu no sábado. Fizeram uma pequena cirurgia aqui no HSG. Na segunda fui transferida pra Cruzeiro do Sul.

Tarauaca.net: Você já foi intimada para comparecer à Delegacia de Polícia ou ao Juizado de Trânsito da Justiça? Há processo judicial para apurar o atropelamento ?

Richaele: Não fui até hoje intimada de nenhum procedimento. Inclusive, um amigo pesquisou no site da Justiça, e nenhum procedimento ou processo foi instaurado para apurar esse crime de trânsito; na pesquisa no Site da Justiça, não há nada no meu nome, ou no nome do mototaxista que me atropelou. Eu não entendo o porquê, a Justiça ainda não apurou nada. Aliás, todos sabem que é crime conduzir veículo automotor com capacidade psicomotora alterada em razão da influência de álcool ou de outra substância psicoativa que determine dependência, assim como é crime não prestar socorro a vítima de acidente de trânsito, dentre outros crimes. Ninguém até hoje, me telefonou para entregar o Boletim do Acidente de Trânsito – BAT, ou me intimar de alguma audiência. Eu não sei se a Justiça está apurando. Isso não foi um acidente, foi um crime. Estou até hoje, esperando a atitude dos órgãos públicos, com relação ao meu atropelamento.

Veja o vídeo aqui:

Comentários

Comente aqui

CAPA

Lei da focinheira continua não sendo cumprida em Tarauacá

José Gomes - Da Amazônia para o Mundo.

PUBLICADO

em

Em todos lugares é normal que as pessoas levem seus bichinhos de estimação para passear, ou até mesmo para fazer-lhes companhia em uma leve caminhada no final de tarde, entretanto, tem que haver algumas precauções, principalmente, em relação a cães de raças considerados imprevisíveis; como Doberman, Pit Bull, Rottweiler entre outros.

No ano de 2014  uma Lei Municipal, de autoria do Ex-Vereador Marlindo Pinheiro foi sancionado pelo então prefeito Rodrigo Damasceno que proíbe esses animais de circularem nas vias públicas do município sem o uso da focinheira. Infelizmente poucas pessoas têm consciência e cumprem a Lei Municipal.

É só ir a Avenida Tancredo Neves por volta das 17h em diante, horário em que os cidadãos saem  para fazerem suas caminhadas que, é possível  ver vários garotos andando livremente com seus cães sem o uso da focinheira, colocando em risco a vida de quem trafega na calçada da referida avenida.   

Até o momento não foi definido pelo o poder público qual órgão é responsável pela fiscalização da lei municipal que é descumprida diariamente.

 

Continue lendo

CAPA

Senador americano comemora cancelamento de Bolsonaro: “O ódio não tem lugar em Nova Iorque”

Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

O senador democrata americano, Brad Hoylman‏, comemorou, na noite desta sexta-feira (3), através de sua conta do Twitter, a desistência do presidente Jair Bolsonaro (PSL-RJ) em ir à cidade de Nova Iorque receber o prêmio de ‘Personalidade do Ano’: “O ódio não tem lugar em Nova Iorque”, escreveu o senador.

“VITÓRIA: Enfrentamos o presidente homofóbico do Brasil Jair Bolsonaro e vencemos. De acordo com as notícias vindas do Brasil, ele se retirou do evento no Marriott Marquis e cancelou sua viagem aos EUA. O ódio não tem lugar em Nova York.”

Inúmeros protestos

Depois de inúmeras polêmicas, o presidente Jair Bolsonaro decidiu, nesta sexta-feira (3), cancelar sua viagem a Nova Iorque para participar de um evento da Câmara de Comércio Brasil-EUA em que seria homenageado.

O evento está previsto para acontecer no dia 14 de maio.

A decisão de Bolsonaro vem após uma intensa campanha contra sua presença na cidade. Tudo começou quando o Museu Americano de História Natural desistiu de emprestar sua sede para o jantar após receber críticas da comunidade acadêmica.

Na sequência, o prefeito de Nova Iorque, Bill de Blasio, do Partido Democrata, disse que Bolsonaro não era bem vindo à cidade e o chamou de racista, homofóbico e destrutivo. A fala do prefeito veio quase que ao mesmo tempo do anuncio do restaurante de luxo Cipriani Hall, sondado pelos organizadores do evento como segunda opção, se recusando a sediar a homenagem.

Nesta semana, o senador democrata Brad Holyman promoveu um abaixo assinado e subiu a tag #CancelBolsonaro no Twitter para buscar adesão ao boicote da homenagem ao “homofóbico notório”.

INFORMAÇÕES REVISTA FORUM

Continue lendo

Super Promoções

ACRE.COM.BR ©2017-2019 - Todos os direitos reservados. Diretora Geral: Fernanda da Silva Alfaia

WhatsApp WhatsApp Notícias