NOSSAS REDES

ACRE

Rotina dos moradores da Sapolândia muda após avanço de guerra entre facções

Alerta Acre, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Sem segurança, as noites dos moradores da Sapolândia estão sendo de preocupação e medo, diante do avanço da guerra entre facções na capital. A região fica localizada no Bairro Hélio Melo, em Rio Branco, e é considerada uma área pobre, onde não há creches, escolas, postos de saúde, saneamento básico e nem assistência social.

Os moradores dizem que entram em pânico quando anoitece, pois quase todas as noites escutam barulhos de tiros no bairro. As ruas sempre ficam vazias diante do “toque de recolher”, com a possibilidade de membros de facções rivais a que domina a área invadirem a região.

Populares disseram que já estão mudando até os hábitos para viverem no bairro. Alguns dormem no chão com os filhos, pois têm medo de que quando aconteça algum tiroteio sejam atingidos pelos projéteis. Cultos religiosos estão sendo realizados logo no começo da noite, para que todos os membros da igreja possam estar presentes.

A comunidade se pergunta onde então as forças de segurança do estado que no ano de 2018 interviriam no local com helicóptero, carros blindados, patrulhamento de motocicleta e carro, e que depois sumiram.

Após a invasão de criminosos na região, na última terça-feira (25), a polícia fez a mesma coisa, colocou por algumas horas patrulhamento dentro do bairro, mas neste fim de semana, não houve policiamento no local.

Os moradores se sentem abandonados e sem nenhuma esperança de que o governo volte a pensar na segurança do bairro, a não ser que alguma invasão de criminosos aconteça novamente no local.

REDES SOCIAIS

Área do assinante

Receba publicações exclusivas.

MAIS VISUALIZADAS

WhatsApp chat