NOSSAS REDES

ACRE

Terceira cidade mais populosa do estado, Sena Madureira completa 115 anos nesta quarta-feira

Contilnet, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Fundado em 25 de setembro de 1904, o município de Sena Madureira completa 115 anos nesta quarta-feira (25). Situada às margens do Rio Iaco a cidade é conhecida como “princesinha do Yaco”, e é a terceira mais populosa do Acre, com uma população estimada em 45.848 pessoas, segundo o IBGE.
Mas a história da cidade começa um pouco antes da data de fundação, em 7 de abril de 1904, quando o decreto federal nº 5.188 organiza o território do Acre em três departamentos autônomos. Um desses foi o Departamento do Alto Purus, que teve como prefeito departamental o General Siqueira de Menezes, que parte de Manaus com destino ao Acre no dia 9 de julho do mesmo ano. Após 74 dias de viagem, em 24 de setembro de 1904, desembarca à margem esquerda do Rio Iaco, no Seringal Santa Fé.
Logo no dia seguinte, em 25 de setembro, às 8h da manhã, instala o governo e o berço da cidade de Sena Madureira, dando-lhe este nome em homenagem ao afeto e admiração que tinha pelo coronel Antônio Sena Madureira, militar que havia participado da Guerra do Paraguai.

Durante os ciclos da borracha a cidade se fortaleceu e tornou-se capital do Departamento do Alto Purus, chegando a ser um importante centro político do Acre, até então, um território do Brasil. Recebeu muitos migrantes, principalmente migrantes nordestinos, que ocuparam o território através de expedições para a exploração dos seringais da região.
Sena Madureira foi elevada a condição de cidade em 1 de julho de 1912, e sob o mesmo decreto, a sede do município teve sua denominação alterada de Alto Purus para Sena Madureira, constituído de 5 distritos: Sena Madureira, São Bento, Iracoma, Granja e Mercês.
Atualmente, o município tem como principais atividades econômicas a agricultura, pecuária e psicultura. A extração de madeira, castanha e borracha também continuam a ser importantes na cidade, mas não mais como antes.
Para aproveitar um dos principais potenciais econômicos do município, por lá ocorre o “Festival do Mandi”, a principal festa do município. O evento movimenta a cidade e leva milhares de pessoas à Praia do Amarilio, que fica completamente lotada e atrai visitantes de várias partes do estado para provar as receitas locais com o peixe.

REDES SOCIAIS

Área do assinante

Receba publicações exclusivas.

MAIS VISUALIZADAS

WhatsApp chat