NOSSAS REDES

BOM EXEMPLO

Eficiente, Servidora do TJAC trabalha cumprindo metas através de teletrabalho pela internet

Gecom TJAC, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Servidora do TJAC relata como teletrabalho permitiu conciliar tarefas profissionais e cuidar da filha com paralisia cerebral.

Em junho deste ano, Vera Sidou foi autorizada a trabalhar de casa pela Presidência do TJAC.

Na Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla, o Tribunal de Justiça do Estado do Acre (TJAC) tem organizado algumas ações voltadas ao tema. Uma delas é referente a história da servidora efetiva Vera Sidou, que teve o pedido de teletrabalho deferido pela Administração, para cuidar da filha de 19 anos, diagnosticada com outras formas de paralisia cerebral, microcefalia, epilepsia e retardo mental grave.

Em caráter de teletrabalho, desde junho de 2019, no município de Cruzeiro do Sul, a servidora tem conseguido organizar da melhor forma o desenvolvimento de suas tarefas sem sair de casa, otimizando seu tempo e melhorando a qualidade de vida de sua família, sem prejuízo na qualidade e celeridade na execução de seu trabalho.

“Meu trabalho em casa me proporcionou mais tranquilidade, principalmente, quando ela (filha) tem convulsões, estou sempre perto para socorrê-la, para ministrar seus remédios nas horas certas e o mais importante de tudo, minha presença a torna mais confiante”, disse.

A servidora afirma ainda que ter um filho especial não anula o ser profissional. “Ao contrário, nos torna mais capazes de organização, atenção e força de passar todos os obstáculos apresentados. Os cuidados dispensados à ela (filha) são feitos por mim e seu pai, não temos cuidador, até porque é muito difícil encontrar uma pessoa que dedique atenção e amor a uma pessoa presa a seu próprio corpo”, afirma.

Em agenda no interior do estado, o desembargador-presidente Francisco Djalma visitou a servidora, conheceu a situação in loco e reafirmou o compromisso que a atual administração tem em garantir a inclusão e acessibilidade no Poder Judiciário Acreano.

“Entendemos o quanto a situação é difícil e o TJAC, por meio da Presidência, quer amenizar essa dificuldade. Nesse caso, por exemplo, deixando a mãe trabalhar de casa para ficar presente diariamente com a filha. O teletrabalho ajuda muito nessas questões”, comentou o presidente do TJAC.

Ele ainda destacou a contratação, via estágio, através de Termo de Cooperação Técnica com o Centro de Atendimento Especializado Dom Bosco, de duas jovens com síndrome de Down. Uma exerce a atividade no Centro Cultural do TJAC, o Palácio da Justiça, e a outra na Gerência de Qualidade de Vida (GEVID).

Pessoas com síndrome de Down têm oportunidade de emprego no TJAC

TJAC inicia tratativas para contratação de jovens com Down para área administrativa

Na sexta-feira, 30, o TJAC também participará de uma Audiência Pública para mostrar os avanços que tem conquistado quando se trata de inclusão e acessibilidade. A atividade tem a finalidade de conhecer as Associações e Conselhos de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência e os trabalhos desenvolvidos, bem como conhecer as dificuldades que essas pessoas encontram ao acessar os Sistemas de Justiça no Acre. A Audiência Pública será às 15 horas, no auditório do Palácio da Justiça.

“As políticas públicas  são necessárias para garantir a efetivação de direitos e, essas só são possíveis se iniciadas por pesquisas referentes às situações enfrentadas pelo grupo a quem se destina a política, aos exemplos já implantados em outros países, ao contato direto com o grupo afetado, para assim conhecer as suas demandas, necessidades e opiniões acerca do tema. Assim, é por meio da participação de magistrados, servidores e usuários do serviço de justiça e do comprometimento do poder judiciário, que é possível implantar uma política pública de acessibilidade de qualidade ao longo das administrações. O TJAC vem aprimorando e elevando o nível de atenção com o tema”, disse a presidente do Comitê de Acessibilidade, juíza de Direito Andréa Brito.

Semana Nacional da Pessoa com Deficiência

A Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla foi instituída pela Lei Federal nº 13.585/2017, entre os dias 21 e 28 de agosto em todo país.

Teletrabalho

A implantação do teletrabalho é de caráter facultativo e cabe aos gestores decidir se a modalidade será adotada. Pelas normas do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), criadas em 2015, no máximo 30% dos servidores podem trabalhar de forma remota em cada unidade judiciária. A indicação dos servidores beneficiados com a medida é feita pelos gestores e deve ser aprovada pelo presidente de cada tribunal.   Existem critérios para que o servidor realize suas tarefas fora das dependências judiciárias. No Poder Judiciário Acreano 62 servidores fazem parte da modalidade do teletrabalho.

BOM EXEMPLO

Neste domingo (10), mais 15 milhões de máscaras chegam ao Brasil

Editorial do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Americanas doou R$ 5,7 milhões para o transporte da carga, feito pela LATAM Airlines Brasil, em apoio ao Ministério da Infraestrutura e ao Ministério da Saúde.

O primeiro voo com equipamentos para combate a Covid-19 fretado pela Americanas, em apoio ao Ministério da Infraestrutura (MInfra) e ao Ministério da Saúde, pousou na manhã deste domingo (10) em São Paulo/Guarulhos. Esta é a primeira de duas operações entre China e Brasil pagas pela Americanas e realizadas pela LATAM Brasil, para transportar 15 milhões de máscaras cirúrgicas de três camadas, pesando 53 toneladas, adquiridas pelo Governo Federal.

O voo JJ9519 decolou no sábado (9) às 16h de Xangai (hora local), com escala em Amsterdã, e aterrissou em São Paulo/Guarulhos às 7h10 deste domingo (10). A carga foi transportada numa aeronave modelo Boeing 777, que percorreu mais de 18 mil quilômetros em cerca de 46 horas, passando por três fusos diferentes. O segundo voo Americanas-LATAM, que trará a outra parte da remessa de máscaras do Governo Federal, deve chegar a Guarulhos nesta segunda-feira (11).

O Ministério da Infraestrutura é responsável pela operação especial para trazer da China 960 toneladas de máscaras cirúrgicas e N95 compradas pelo Ministério da Saúde. Os equipamentos de proteção serão distribuídos aos estados. O MInfra vai fretar mais de 40 voos da LATAM para trazer 240 milhões de máscaras ao país. O ministério também está apoiando estados e prefeituras na logística e distribuição de equipamentos.

voo lan1230 gru airport cabine

A Americanas já doou mais de R$ 45 milhões para auxiliar na saúde e logística de vários estados. A empresa criou ainda a rede de participação voluntária “Juntos Somos Mais Solidários”, por meio da qual os associados, fornecedores e parceiros estão ajudando idosos que vivem em mais de 1,1 mil residências especiais por todo o Brasil com kits de higiene e limpeza durante três meses. A Americanas ainda arrecadou R$ 2 milhões em doações de clientes pela Ame Digital, fintech e plataforma de negócios mobile, e está promovendo a campanha #apoieocomerciolocal, trazendo a oportunidade para que pequenos lojistas possam vender em um dos maiores e-commerces do Brasil.

Já a LATAM Airlines Brasil, além da parceria logística com o Ministério da Infraestrutura e o apoio na distribuição de itens médicos nos estados brasileiros, também está transportando profissionais de saúde envolvidos no combate à pandemia, com isenção total da tarifa aérea. O objetivo da LATAM com esta iniciativa é facilitar o acesso dos profissionais aos locais mais impactados. Dentro do Brasil, a LATAM também segue contribuindo para o abastecimento dos estados com o transporte dos itens de combate ao COVID-19. Desde 15 de março, já foram realizados mais de 130 voos para o transporte de cerca de 600 toneladas de materiais como medicamentos, testes, álcool em gel, máscaras, luvas, termômetros, respiradores e doações de alimentos.  Por Assessoria Especial de Comunicação, Ministério da Infraestrutura.

Continue lendo

ACRE

Combate ao coronavírus: Sicoob Acre patrocina desinfecção da sede do Bope em Rio Branco

Assessoria, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Como forma de atuar efetivamente no combate ao novo coronavírus (Covid-19), a Cooperativa de Crédito e Investimentos do Acre (Sicoob Acre) realizou a desinfecção da sede do Batalhão de Operações Especiais (Bope) da Polícia Militar do Acre (PM-AC), em Rio Branco. A instituição financeira contratou a empresa especializada para deixar o espaço livre da presença do vírus que causa a grande pandemia.
Salas, alojamentos e equipamentos foram totalmente limpos durante o trabalho. Presidente do Sicoob Acre, José Generoso lembrou que a cooperativa nasceu a partir da PM-AC há 21 anos, quando ele e outros militares decidiram fundar a instituição, e que a parceria com a força de segurança e o Bope, que a cada ano fica mais forte. Ele explicou ainda que a ação foi idealizada devido ao registro de casos da doença entre militares.
“O Bope teve pessoas afetadas pela Covid-19 e pensamos neste trabalho para auxiliar a instituição a evitar novos casos. O trabalho deles está entre as atividades essenciais neste momento em que praticamente tudo está parado. É uma forma de retribuir e agradecer pelo esforço e dedicação que os policiais têm neste período. Os militares sempre nos ajudam muito, e tenho muito a agradecer ao Comando-Geral por essa grande parceria cada dia mais estreita”, disse.
Comandante-geral da Polícia Militar do Acre, o coronel Ulysses de Araújo, recordou que fez parte do grupo de policiais que fundou a Cooperativa de Crédito e Investimentos do Acre em 1999. “É uma parceria que existe desde a criação da cooperativa e continuará. Apesar de atualmente já estar aberto a vários setores, o Sicoob tem a essência da Polícia Militar. Agradeço a toda ajuda dada pela cooperativa neste momento e ao longo destes 21 anos. Isso mostra a seriedade da entidade”.
Coronel da PM-AC e comandante do Bope, Edner Franco da Silva, destacou que já foram 12 casos confirmados de coronavírus em agentes do Bope e que a iniciativa dificultará a circulação da doença nas instalações da instituição. “Já fazíamos a limpeza dos equipamentos, viaturas, espaços, uso de máscaras e todas as medidas de segurança recomendadas pelas autoridades de saúde. Mas esse trabalho do Sicoob aumenta ainda mais a segurança de todos nós. Agradeço muito a todos”.

Continue lendo

TOP MAIS LIDAS

Grupos de notícias