NOSSAS REDES

ACRE

Em Feijó–AC, o II Leilão Direito de Viver, em prol do Hospital de Amor arrecada mais de R$ 140 mil

PUBLICADO

em

A solidariedade marcou presença em Feijó/Acre, durante o 2º Leilão Direito de Viver, em prol do Hospital de Amor, que arrecadou R$ 140.285,00. O evento foi organizado pela equipe voluntária do Hospital de Amor em Feijó e aconteceu entre os dias 29 de novembro e 4 de dezembro corrente, via WhatsApp. A maioria dos produtos leiloados foram doados pelos comerciantes e pecuaristas de Feijó, tendo doação de um pecuarista de Tarauacá. O valor arrecadado está sendo destinado para a maior instituição de tratamento de câncer da América Latina, o Hospital de Amor, antigo Hospital de Câncer de Barretos, que realiza atendimento gratuito da doença.

A exemplo de outros municípios, a equipe voluntária, vem unida e trabalhando forte com o objetivo de promover ações para levantar fundos destinados ao Hospital de Amor. Além do tratamento gratuito de câncer, o Hospital de Amor tem uma rede de atendimento que trabalha com prevenção e diagnóstico precoce do câncer incluindo as carretas que percorrem o Brasil e temos o privilégio de ser um dos Estados do Brasil que tem uma unidade fixa de diagnóstico e prevenção.

O sentimento é de gratidão, o leilão só acontece porque existe os doadores, porque temos uma equipe de voluntários que trabalha arduamente e porque tem as pessoas que arrematam as prendas, eu chamo de tríade do amor, sem essa tríade os leilões não aconteceriam e as portas do Hospital de Amor não continuariam abertas para oferecer tratamento humanizado, tratamento com amor. A equipe de voluntários do amor, que Deus me apresentou tem sido meu maior orgulho, minha maior alegria nessa missão, eles são incríveis, em nome dessa equipe fica aqui o nosso agradecimento a todos os doadores, a todas as pessoas que arremataram prendas, incluindo nossos amigos de Manuel Urbano, de Mato Grosso (Rildo) e de Tarauacá, ao nosso leiloeiro Jhonnys, ao nosso coordenador de captação Flavio e a todos que se somaram para juntos construirmos essa história, derramando amor no coração dos nossos pacientes que tratam o câncer no hospital de amor.” Finalizou o Toinho, coordenador voluntário do Hospital de Amor em Feijó.

Comentários

Comente aqui

Área do Leitor

Receba as publicações diárias por e-mail

REDES SOCIAIS

MAIS LIDAS