NOSSAS REDES

ACRE

Morte com muitos mistérios e contradições

Editorial do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Rapaz morre afogado após mergulho em rio no interior do Acre.

Ribeirinhos encontraram o corpo de Halefy da Silva Bezerra, de 25 anos. Vítima tomava banho com amigos no Rio Iaco, em Sena Madureira, quando desapareceu.

Foto: Bombeiros foram acionados para resgatar o corpo de Halefy Bezerra, que estava desaparecido desde o sábado (4) (Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros do Acre).

Ribeirinhos da Comunidade Olho d’água, zona rural de Sena Madureira, interior do Acre, encontraram o corpo do jovem Halefy da Silva Bezerra, de 25 anos, na manhã deste domingo (5). O jovem sumiu na tarde deste sábado (4) quando tomava banho com amigos no Rio Iaco.

O Corpo de Bombeiros do Acre foi acionado para resgatar o cadáver. Ainda segundo os Bombeiros, os amigos entraram na água após uma partida de futebol. O local escolhido para o mergulho é conhecido como Poço do Serraria, que é bastante fundo.

Ainda conforme os Bombeiros, a equipe de mergulho enviada ao local foi informada que o rapaz não sabia nadar. Os bombeiros se deslocavam para a comunidade quando foram informados que os ribeirinhos haviam encontrado o jovem.

Após o resgate, os bombeiros trouxeram o corpo para a zona urbana para ser liberado aos familiares. G1Ac.

CONTRADIÇÕES

A morte de Hálife Silva Bezerra está cheia de contradições quanto ao afogamento.

Nas redes sociais, há rumores que ele estava na canoa, foi parado por um desconhecido, que o avistou com uma lata de cerveja e pediu a bebida, ao que o jovem respondeu brincando ‘não sou distribuidora não’, e foi empurrado pelo desconhecido nas águas. Hálife não sabia nada, e morreu.

REDES SOCIAIS

Área do assinante

Receba publicações exclusivas.

MAIS VISUALIZADAS

WhatsApp chat