NOSSAS REDES

BR 364

URGENTE: PRF atualiza informações sobre interdição de ponte em Cacaulândia/RO; veja fotos

Agência PRF, via Acrenoticias.com - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Possíveis rotas alternativas não possuem condições de trafegabilidade com segurança, não havendo como seguir viagem entre as cidades de Ariquemes/RO e Jaru/RO

Nota informativa da PRF – atualizada às 12h50m de 07/02/2019:

1) O desmoronamento da cabeceira da ponte corrego Andirá ocorreu no km 464 da BR-364, no município de Cacaulândia/RO, entre Ariquemes/RO e Jaru/RO, próximo à Fazenda Nova Vida, que fica no km 473.

2) A 2 kms dessa ponte, sentido Jaru – Ariquemes, existe outra ponte com estrutura em situação crítica diante da correnteza, mas sem desmoronamento por enquanto.

3) O desmoronamento é decorrente das intensas chuvas ocorridas durante a madrugada e a manhã de hoje (6).

4) O DNIT já foi acionado e enviou ao local equipes de Ji-Paraná e Ariquemes. O fato já foi repassado para o Ministro dos Transportes. Em nota emitida pela ASCOM/DNIT foi noticiado que o Exército Brasileiro, representado pelo 5 BEC, avalia as condições de viabilidade e segurança para instalação de uma ponte metálica para restabelecimento emergencial do fluxo de veículos. Não obstante, uma empresa que realiza serviços de manutenção e conservação da rodovia foi acionada para iniciar imediatamente a execução de obras no trecho atingido.

5) Não há informações de nenhum veículo ou veículo cruzando a ponte no momento do ocorrido.

6) O tráfego no local, inclusive de pedestres, está totalmente interrompido por questões de segurança. A sinalização está sendo feita com cones e algumas carretas foram posicionadas na via, de modo a impedir o fluxo.

7) As equipes PRFs mobilizadas para verificar o local da interrupção da via, bem como as rotas alternativas, relatam que o nível de água dos rios apresentou aumento, em média de 40 cm, entre a hora da interrupção do trânsito e a manhã de hoje. Dessa forma, as duas possíveis rotas alternativas, (RO-257, acessando Machadinho do Oeste, e RO-140, via Cacaulândia) não estão liberadas, seja para tráfego de caminhões, ônibus, automóveis, motocicletas ou pedestres. As duas rodovias estaduais mencionadas são de responsabilidade da Polícia Militar de Rondônia, que interditou a passagem, em razão de inundação no trecho e rachadura na ponte sobre o Rio Branco.

8) O efetivo da Del 03, que atende a região compreendida entre Itapuã do Oeste e Ouro Preto do Oeste, foi reforçado para que exista maior número de agentes na rodovia, tanto nas localidades próximas aos eventos como na orientação geral de fluxo de veículos.

9) Empresas de ônibus que atuam nas estradas de Rondônia já foram informadas da situação, sendo solicitado que suspendam as viagens que dependam do tráfego no local do incidente.

10) A PRF reforça que a população, por questões de segurança, deve obedecer à orientação de não prosseguir viagem e tal informação será repassada pelos policiais de serviço em todas as 4 Delegacias da Regional, de modo a evitar deslocamentos desnecessários e que coloquem em risco a segurança viária.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas em pé, céu, nuvem e atividades ao ar livre

As obras de reparo seguem sendo feitas no trecho que sofreu o desmoronamento (km 464 da BR-364). Nas próximas horas devemos ter novas informações quanto ao tráfego no local.

A imagem pode conter: montanha e atividades ao ar livre

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, céu e atividades ao ar livre

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e atividades ao ar livre

A imagem pode conter: atividades ao ar livre

PRF atualiza informações sobre interdição de ponte em Cacaulândia/RO

Nota informativa da PRF – atualizada às 13h:

1) O desmoronamento da cabeceira da ponte corrego Andirá ocorreu no km 464 da BR-364, no município de Cacaulândia/RO, entre Ariquemes/RO e Jaru/RO, próximo à Fazenda Nova Vida, que fica no km 473.

2) A 2 kms dessa ponte, sentido Jaru – Ariquemes, existe outra ponte com estrutura em situação crítica diante da correnteza, mas sem desmoronamento por enquanto.

3) O desmoronamento é decorrente das intensas chuvas ocorridas durante a madrugada e a manhã de hoje (6).

4) O DNIT já foi acionado e enviou ao local equipes de Ji-Paraná e Ariquemes. O fato já foi repassado para o Ministro dos Transportes. Em nota emitida pela ASCOM/DNIT foi noticiado que o Exército Brasileiro, representado pelo 5 BEC, avalia as condições de viabilidade e segurança para instalação de uma ponte metálica para restabelecimento emergencial do fluxo de veículos. Não obstante, uma empresa que realiza serviços de manutenção e conservação da rodovia foi acionada para iniciar imediatamente a execução de obras no trecho atingido.

5) Não há informações de nenhum veículo ou veículo cruzando a ponte no momento do ocorrido.

6) O tráfego no local, inclusive de pedestres, está totalmente interrompido por questões de segurança. A sinalização está sendo feita com cones e algumas carretas foram posicionadas na via, de modo a impedir o fluxo.

7) As equipes PRFs mobilizadas para verificar o local da interrupção da via, bem como as rotas alternativas, relatam que o nível de água dos rios apresentou aumento, em média de 40 cm, entre a hora da interrupção do trânsito e a manhã de hoje. Dessa forma, as duas possíveis rotas alternativas, (RO-257, acessando Machadinho do Oeste, e RO-140, via Cacaulândia) não estão liberadas, seja para tráfego de caminhões, ônibus, automóveis, motocicletas ou pedestres. As duas rodovias estaduais mencionadas são de responsabilidade da Polícia Militar de Rondônia, que interditou a passagem, em razão de inundação no trecho e rachadura na ponte sobre o Rio Branco.

8 ) O efetivo da Del 03, que atende a região compreendida entre Itapuã do Oeste e Ouro Preto do Oeste, foi reforçado para que exista maior número de agentes na rodovia, tanto nas localidades próximas aos eventos como na orientação geral de fluxo de veículos.

9) Empresas de ônibus que atuam nas estradas de Rondônia já foram informadas da situação, sendo solicitado que suspendam as viagens que dependam do tráfego no local do incidente.

10) A PRF reforça que a população, por questões de segurança, deve obedecer à orientação de não prosseguir viagem e tal informação será repassada pelos policiais de serviço em todas as 4 Delegacias da Regional, de modo a evitar deslocamentos desnecessários e que coloquem em risco a segurança viária.

BR 364

Tragédia: carro bate de frente com carreta na BR-364 e mata 4 pessoas

Folha do Acre, via Acrenoticias.com - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Quatro moradores da cidade de Ji-Paraná morreram após a colisão entre o carro em que viajavam e uma carreta, a cerca de 30 km da cidade de Pontes e Lacerda (MT), na madrugada desta terça-feira, 23. O acidente aconteceu por volta das 5:15h e três das vítimas já foram identificadas.

De acordo com informações obtidas pelo Folha do Sul Online junto à PRF, por telefone, o veículo de passeio era conduzido por João Maria de Proência, de 54 anos, que morreu na hora. Uma adolescente de 15 anos, identificada como Thaiane Gonçalves e outra jovem, que ainda não teve o nome revelado, bem como o motorista do Fiat Palio, foram arremessados após a batida.
Segundo os indícios encontrados no local pela PRF, o carro teria invadido a pista contrária e atingido de frente o veículo de carga, cujo motorista não sofreu ferimentos.

A quarta vítima, cujo nome é Luciete de Melo Reis, também de Ji-Paraná, morreu presa às ferragens do automóvel que está registrado em seu nome. Trágica coincidência: a mulher havia completado 43 anos ontem. O grupo viajava com destino a Ji-Paraná, quando o carro atingiu a carreta, que trafegava no sentido oposto da BR 364.

Continue lendo

ACRE

VÍDEO: Tarauacaense aventureiro, Josenir Melo, faz expedição até Juruá pelos céus do Acre

Editorial do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

O Acre.com.br acompanhou online a aventura pelos ares de Josenir Melo, e fizemos um resumo para você se encantar com as belas paisagens registradas.

Josenir e sua Equipe viajaram através de Paramotor,  também conhecido como Parafly, que é considerado uma adaptação do parapente. Com veículo para apoio terrestre, Melo enfrentou dificuldades, mas concluiu a expedição.

Josenir Melo, acreano, natural de Tarauacá, trabalha como Repórter Cinematográfico, publicou seu seu perfil na rede social, detalhes super interessantes de sua aventura pelos céus do Acre.

Melo, que fez aniversário recentemente (11/04), não mediu esforços e sua expedição foi coroado de amplo êxito, apesar dos percalços, contratempos e desafios.

A EXPEDIÇÃO PELOS ARES

O Acre.com.br apurou que Josenir Melo registrou todos os momentos de sua expedição pelos céus acreanos. O propósito de sua expedição foi alcançar o município de Cruzeiro do Sul, no extremo ocidente da Amazônia, dentro do território acreano.

Segundo Josenir, ´Foram cinco dias de muita emoção, aventura, companheirismo e trabalho em equipe. Durante esse período tivemos atrasos devido às condições climáticas (muita chuva). Infelizmente parte da equipe não pode concluir por motivo de força maior´.

´O veículo de apoio e resgate que conduzia nossos equipamentos, bateu em um enorme buraco na BR 364 causando danos greves ao funcionamento do mesmo, forçando a equipe a abortar a expedição no município de Feijó. Foi então que decidi seguir viajem com o apoio em terra do amigo Luis Carlos Sampaio Figueiredo, concluindo assim a expedição Cruzeiro do Sul´, destacou Josenir.

´Louvo ao meu Deus pela oportunidade de mais uma vez me proporcionar momentos inesquecíveis e únicos, contemplando do alto as maravilhas de Sua criação. E pelos livramentos que sei que não foram poucos. Agradecimentos a Fernando Zamora, Deise Figueiredo, Adriano França Debora França, Sueli Melo Vale,Sirney Vale Cunha Luiz Carlos Sampaio de Figueiredo, prefeito de Cruzeiro do Sul Ilderlei Cordeiro. E aos pilotos de Paramotor Júnior Carneiro (Carneiro auto pecas) e Izaque´ – registrou o aventureiro tarauacaense.

OS DESAFIOS: DIA APÓS DIA

PRIMEIRO DIA DA EXPEDIÇÃO

O primeiro dia da expedição iniciou dia 13 de abril (sábado), por volta das 06 horas da manhã. Partindo de Rio Branco/AC. Da capital acreana, até o município de Sena Madureira o voo durou entre 2/3 horas, conta Josenir. Durante a viagem ocorreram contratempos, e a expedição durou 5 dias.

No Primeiro Dia da Expedição, Josenir e Equipe pararam para almoçar, descansar e reabastecer, após 147 km percorridos. ´Após 4 horas de voo, uma pausa para o almoço e reabastecimento na Fazenda Brasil´, conta Josenir.

Melo enfrentou além do sol a pino, dos céus da Amazônia, muita chuva, o que dificultava as pausas para manutenção, reabastecimento e revisão dos motores. Com as vibrações do motor, peças são danificadas, o que exige paradas e revisões.

Em razão do clima, Josenir e equipe pernoitaram no município de Sena Madureira.

SEGUNDO DIA DE VIAGEM

A viagem atrasou 1 dia devido problemas em um dos motores. O que exigiu um parada forçada em Sena Madureira. A equipe iniciou a viagem no sábado, e durante o domingo permaneceu em Sena Madureira. Retomando a viagem na segunda-feira, dia 15.

TERCEIRO DIA DE VIAGEM

Josenir explica que a viagem atrasou 1 dia em razão dos problemas em um dos motores. Fez uma parada forçada em Sena Madureira, e retomou o percurso na manhã do dia 15.

CHEGANDO EM MANOEL URBANO

Josenir conta que fizeram também uma pausa em Manoel Urbano, para o almoço.

SEGUINDO PARA FEIJÓ

FIM DO TERCEIRO DIA E POUSO NA ESTRADA

QUARTO DIA DA EXPEDIÇÃO

Início do quarto dia sobrevoando o município de Feijó

ENTRE OS MUNICÍPIOS DE FEIJÓ E TARAUACÁ

CHEGANDO EM TARAUACÁ

 

CHEGANDO EM RODRIGUES ALVES

CRUZEIRO DO SUL

Veja o vídeo de sua chegada à Cruzeiro do Sul

Após pousar em Cruzeiro do Sul, e concluir com êxito sua expedição, Josenir Melo visitou uma aldeia indígena, e registrou o momento. Por amigos, foi chamado de ´Cacique dos ares´, e ´Ashaninka legítimo´. Veja a publicação.

Por Acre.com.br

Continue lendo

VOTE NA ENQUETE

Super Promoções

ACRE.COM.BR ©2017-2019 - Todos os direitos reservados. Diretora Geral: Fernanda da Silva Alfaia

Fale Conosco