NOSSAS REDES

ACRE

Vídeo: Em abandono, animais morrem no canil municipal de Tarauacá

Editorial do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Em Tarauacá, vereadores denunciam abandono do canil municipal; três cães foram encontrados mortos no local só este mês.

Continua o imbróglio do canil municipal de Tarauacá; que já acumula uma série de reclamações, denúncias de prática de crime ambiental, e uma pendência na Justiça, por débitos de aluguéis não pagos.

Na tarde deste domingo, 29 de julho, dois vereadores foram até o local. Após receberem denúncias de populares que cães do canil municipal estariam morrendo, os parlamentares foram ao local e constataram a veracidade da denúncia.

Em maio/2018, a Prefeitura Municipal divulgou um pacote de ações com 28 promessas de obras, dentre as quais, a construção de um canil municipal (11ª intenção). A ação ainda não saiu do papel.

O prédio onde funciona o canil municipal é alugado, e possui diversos débitos de aluguéis não pagos pelo município. Ao visitar o local, os vereadores se mostraram indignados com a cena, que foi registrada em vídeo. “Como pode uma coisa dessa, os animais morrerem desta forma, vamos tomar as devidas providencias“, garantiu o parlamentar.

Veja o vídeo:

Nas redes sociais, o problema causou indignação.

Maria Felix afirmou que “Aqui no bairro do hipepaconha também tem vários osada de cachorros na estrada essa sena é muito triste“.

Adriana Rodrigues disse que “Será que os responsáveis por esse canil não percebem que são vidas que estão sofrendo, passando fome. Se tivesse uma equipe que passasse nos bairros recolhendo sobras de comidas nas residências, pois na casa de todos nós moradores geralmente sempre sobra restos de nossas refeições diárias, e se houvesse esse trabalho de recolher nas residências com um calendário como tem a coleta do lixo, sem dúvida a maioria dos moradores iriam ter esse “compromisso” prazer de doar comida a esses animais ao invés de jogar no lixo“.

Raimundo Accioly afirmou que “Em nome do grupo que estamos organizando de defensores da causa animal quero aqui externas nossa indignação. Estamos extremamente tristes com a situação de descaso da administração com o canil municipal. Um espaço mantido com o dinheiro do povo que seria para abrigar cães abandonados e doentes que fossem retirados das ruas. na verdade se tornou uma prisão em que os cães recolhidos das ruas de forma mais amadora possível, foram abandonados até a morte. Hoje um grupo de amantes desses bichinhos foi até o canil para remover e tentar salvar os que ainda estavam vivos. Pois outros ja estavam mortos. Nosso grupo de amantes dos animais vai exigir o fechamento do canil, a responsabilização pelos crimes e a construção de um espaço adequado para receber os animais. A nossa maior indignação é que enquanto em apenas uma semana nosso grupo recolheu 5 animais doentes das ruas, a prefeitura deixava outros morrerem de fome e doentes no espaço que seria para trata-los”.

Lemos Lemos criticou dizendo “Vcs não pesebem que a atual administração de tk prefere a morte das pessoas imagina se tá ligando pra cachorro! Sério mesmo tá na hora do povo se reunir e tirar essa prefeita já não basta o abandono da cidade !!!!!!

Elaine Gomes afirmou “É caro vereador sua denúncia é plausível, mas vamos adiante, os animais também merecem respeito e dignidade, mas gostaria que você também fosse ao nosso hospital e renunciasse o mal atendimento que recebemos la. Há esqueci o hospital é administrado pelo PT ! Aí você vai ver o que é MAUS TRATOS, MAUS ATENDIMENTOS, RESUMINDO MAL EDUCAÇÃO“.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Sobre o canil municipal, leia mais, clicando aqui.

Acre.com.br

ACRE

Em perseguição, polícia prende dupla com 56 quilos de droga escondidos em sacos dentro de carro no Acre

G1AC, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Polícia fazia patrulhamento de forma integrada, entre as cidades de Cruzeiro do Sul e Mâncio Lima e se deparou com uma caminhonete que desobedeceu a ordem de parada.

capa: Em perseguição polícia prende dupla com 56 quilos de drogas escondidas em sacos no interior do Acre — Foto: Divulgação/Gefron.

Dois homens foram presos na noite de quarta-feira (5), em Cruzeiro do Sul, no interior do Acre, com pelo menos 56 quilos de maconha. O flagrante foi feito pelo Grupo Especial de Fronteira do Acre (Gefron) e a Polícia Militar durante uma perseguição a um carro. O motorista desobedeceu a ordem de parada e, então, começou a perseguição.

O delgado Rêmulo Diniz, coordenador do Gefron, informou que as guarnições faziam um patrulhamento de forma integrada, entre as cidades de Cruzeiro do Sul e Mâncio Lima, próximo ao Rio Moa, e se depararam com uma caminhonete que desobedeceu a ordem de parada.

“Houve uma perseguição e durante a perseguição os criminosos jogavam sacos com entorpecentes. Depois a viatura retornou e verificou que eram barras de maconha”, disse o delegado.

No total, eram mais de 56 quilos de drogas, segundo a polícia — Foto: Divulgação/Gefron

No total, eram mais de 56 quilos de drogas, segundo a polícia — Foto: Divulgação/Gefron

Continue lendo

ACRE

Comissão da OAB/AC inicia campanha contra abandono de animais durante a pandemia

Assessoria, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

A Comissão de Defesa e Proteção dos Animais da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Acre (OAB/AC) iniciou na última semana a campanha Não Esqueça o seu Melhor Amigo, que visa conscientizar as pessoas sobre o abandono e os maus-tratos de cães, gatos e outros animais domésticos no período pandêmico. A intenção é distribuir cartazes em pontos estratégicos de Rio Branco.

A presidente da Comissão, Vanessa Facundes, declara que houve um aumento preocupante do número de casos de negligência nos últimos meses. “Pessoas têm abandonado os seus bichos nessa pandemia por falta de recursos financeiros, por ficarem doentes e não se preocuparem com o bem-estar do animal e por medo deles transmitirem a Covid-19”, disse a advogada.

A campanha iniciou na última semana pelo Instagram da Comissão.

Segundo a legislação brasileira, abandonar o animal doméstico é crime ambiental. Na Lei n° 9.605/98 consta que a pena pode variar entre detenção de 3 meses a 1 ano e multa, sendo aumentada de um terço a um sexto caso ocorra a morte do bicho. As instituições ambientais orientam a quem presenciar atos de crueldade e descuido, que denuncie pelos números 68 3227-5095 (Polícia Ambiental), 68 99227-1128 e 68 3228-5765 (Secretaria Municipal do Meio Ambiente).

“As pessoas devem lembrar que os animais não nos abandonam em circunstância alguma e nessa quarentena são nossos principais parceiros, até porque não transmitem o vírus. Cuidem dos seus melhores amigos”, advertiu Vanessa. A iniciativa conta com o apoio da Caixa de Assistência dos Advogados do Acre (CAA/AC), Promotoria do Meio Ambiente do Ministério Público do Acre (MPAC), organizações não governamentais (ONGs) e entidades protetoras dos animais.

Assessoria

Continue lendo

TOP MAIS LIDAS

Obter empréstimos