NOSSAS REDES

POLÍTICA

Gladson sofre pressão dentro do governo para não nomear Ney Amorim como articulador político

Ac24horas, via Acrenoticias.com - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Apesar de ter declarado por diversas vezes que vai nomear o ex-presidente da Assembleia Legislativa, Ney Amorim (Sem partido), para ser um dos articuladores político, o governador Gladson Cameli (PP) vem sofrendo pressão interna para não o fazer. A resistência maior é do ex-prefeito Vagner Sales (MDB) e do deputado José Bestene (PP), do partido de Gladson. Por outro lado, o presidente da Assembleia, Nicolau Junior (PP), o 1º secretário, Luís Gonzaga (PSDB) e o líder do governo, deputado Gerlen Diniz (PP), lideram o movimento a favor Ney.

O apoio da maioria absoluta dos deputados estaduais também se deve ao fato de Ney ter sido um dos articuladores da eleição na Assembleia que redundou na eleição de Nicolau, o que desagradou o MDB e setores do PP liderados por Bestene, que chegou a criticar a condução do processo pela “oposição”. A subida do tucano Luís Gonzaga também desagradou o MDB, que queria o cargo para o deputado Roberto Duarte. São exatamente esses dois segmentos insatisfeitos com o resultado na eleição da Aleac que se opõe a nomeação de Ney.

A pressão a Gladson contra a nomeação de Ney Amorim não é nenhum segredo nos bastidores do Palácio Rio Branco. O porta voz, jornalista Rogério Venceslau, reconheceu a “dificuldade do governo”, mas assegurou que a palavra final será do governador Gladson Cameli. O motivo é apenas uma questão de disputa de espaço político, já que Ney aderiu à campanha da oposição depois de romper com o PT na briga pelo Senado. MDB e PP estariam “dando o troco” pela nova composição da Mesa Diretora.

O vice-governador major Rocha (PSDB) também se soma aos que defendem a participação de Ney Amorim na coordenação política, principalmente na discussão e encaminhamento dos projetos do Executivo ao Poder Legislativo. A experiência de Ney de três mandatos de deputado estadual, também como secretário e presidente da Casa ajudaria muito O governo na articulação com sua base de sustentação. Se depender de Rocha, Ney já teria sido nomeado.

GLADSON AGUARDA O MOMENTO CERTO PARA CUMPRIR A PALAVRA

O governador Gladson Cameli afirmou que formulou sim convite para que Ney Amorim integre sua equipe. E que pretende fazer o mais breve possível independente da pressão dos aliados. Ney Amorim, ouvido pelo ac24horas, também confirmou o convite e disse que está pronto para ajudar o governo no que mais sabe fazer, a articulação política junto aos deputados.

POLÍTICA

Regra de transição será prioridade de ofensiva publicitária da nova Previdência

Folha de São Paulo, via Acrenoticias.com - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Vamos por partes Uma das principais preocupações da equipe de Paulo Guedes (Economia) é conseguir explicar de maneira eficaz o que é e como vai funcionar a transição na reforma da Previdência. O time que trabalha na campanha publicitária das novas regras de aposentadoria desenvolve peças específicas para ressaltar que, se aprovada, a idade mínima não vai valer de imediato. O grupo avalia que Michel Temer falhou ao explicar este ponto quando apresentou sua proposta, o que fortaleceu a oposição.

A quem de direito O esforço para ressaltar a regra de transição vai servir, inclusive, para exaltar a acomodação política feita para agradar tanto ao presidente como ao ministro da Economia, como mostrou o Painel nesta quinta (14).

A quem de direito 2 Os técnicos já apostavam na viabilidade da proposta vencedora porque ela atende ao que pregava Bolsonaro (a idade mínima das mulheres será de 57 anos e a de homens de 62 ao fim deste mandato), mas também agrada a Guedes (no fim da transição, em 2031, o piso será de 65 para eles e 62 para elas).

Tenho dito Líderes de partidos alinhados ao Planalto fizeram chegar à equipe de Guedes que, caso a proposta de reforma da Previdência mexa na aposentadoria rural, os deputados vão votar contra o governo.

Nem vem Com o aval de Rodrigo Maia (DEM-RJ), caciques das principais bancadas na Câmara fizeram um acordo tácito no início da semana para barrar qualquer modificação no regime dos trabalhadores do campo.

Pano para manga A tensão inaugurada pelo vazamento do relatório da Receita Federal sobre o ministro Gilmar Mendes, do STF, pode se estender para além do desconforto entre o Supremo e o governo. Líderes de partidos do centrão ventilam a hipótese de chamar Paulo Guedes ao Congresso para explicar o episódio.

Quem mandou? Esses parlamentares lembram que a Receita inaugurou um grupo de trabalho para monitorar cerca de 800 autoridades. Eles atribuem a esse núcleo a produção do documento sobre Mendes e acreditam que relatórios semelhantes ao do ministro foram elaborados sobre mais de 100 pessoas públicas. Querem saber o motivo.

De mal… Não arrefeceu a cizânia inaugurada no governo pelo embate entre Carlos Bolsonaro e Gustavo Bebianno (Secretaria-Geral da Presidência).

… a pior O presidente, que endossou os ataques de seu filho ao outrora aliado, indicou a pessoas próximas que sua bronca com Bebianno vai além das denúncias que já pairam sobre seu partido, o PSL. No Congresso, ala da sigla que torce o nariz para o ministro diz que a permanência dele soará como fruto de chantagem.

E os seus? Declarações dadas por Bebianno ao longo desta quinta (14) ajudaram a manter o assunto em fogo alto. Ele disse à Crusoé, sem citar nomes, que pessoas que “foram eleitas agora” também estão sob investigação. A fala foi decodificada como um petardo direcionado a Flávio Bolsonaro.

A união… As Defensorias Públicas do Rio e de São Paulo se somaram a entidades que representam advogados para lançar, nesta sexta (15), manifesto contra o pacote anticrime de Sergio Moro (Justiça).

… faz a força? O documento diz qu

Juntos chegaremos lá Criticado pela inexperiência, o líder do governo na Câmara, Major Vitor Hugo (PSL-GO), está disposto a agregar até 15 vice-líderes de partidos da base ao seu time para ampliar o apoio ao seu trabalho.

Visita à Folha Javier Piñol, diretor de estúdios para a América Latina e a Península Ibérica do Spotify, visitou a Folha nesta quinta (14), onde foi recebido em almoço, a convite do jornal.


TIROTEIO

É impossível um presidente de partido monitorar todos os candidatos. Expor o ministro dessa forma é falta de bom senso

Do deputado Marcos Pereira (SP), presidente do PRB, sobre o desgaste imposto ao governo após o embate em torno de Gustavo Bebianno

e as propostas do ministro carecem de embasamento teórico e de discussão com a sociedade e a academia. O texto também critica a “inconstitucionalidade da prisão em segunda instância” e o endurecimento da execução de penas.

Continue lendo

ACRE

Marcus Alexandre alfineta ex-petistas: “A dignidade da derrota é melhor que o oportunismo da vitória”

Contilnet, via Acrenoticias.com - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

O ex-prefeito ressaltou que mesmo com a derrota, prefere ficar com a dignidade e o resultado, que para ele, foi uma escolha do eleitor

Sumido desde o fim das eleições de 2018, o ex-prefeito de Rio Branco, Marcus Alexandre, esteve presente na festa de aniversário de 39 anos do Partido dos Trabalhadores (PT), que ocorreu na noite da ultima quarta-feira (13). Na ocasião, Alexandre usou a palavra para agradecer aos companheiros presentes no evento e aproveitou a oportunidade para alfinetar os ex-petistas que estão se desfiliando do partido e migrando para o governo de Gladson Cameli.

O engenheiro pegou gancho no discurso do ex-secretário de Direitos Humanos de Tião Viana, Nilson Mourão, que disse que em anos anteriores as festas petistas lotavam de filiados e comissionados, porém, na ocasião, só compareceram cerca de 100 filados e simpatizantes. “Para bom entendedor, as palavras do Nilson bastam, mas eu aqui não podia deixar de fazer um agradecimento. Eu postei esses dias que a gratidão é a memória do coração e a gente não pode deixar de agradecer.

Marcus destacou ainda que enfrentou nas ultimas eleições, ele enfrentou uma das campanhas mais duras de sua vida, contudo, enalteceu o empenho de cada um que permaneceu até o final. “Eu quero agradecer porque eu fui mais um nesse time. Eu estou aqui como um soldado, mas nós lutamos e lutamos até o final. A dignidade da derrota é melhor que o oportunismo da vitória, do que acham que mudando de casa, vão crescer”, afirmou, numa clara mensagem às pessoas que saíram do partido e se acomodaram na atual gestão do governo.

O ex-prefeito ressaltou que mesmo com a derrota, prefere ficar com a dignidade e o resultado, que para ele, foi uma escolha do eleitor. “O eleitor foi quem tomou a decisão soberana e eu não venho aqui também para fazer avaliação porque eu seria injusto”, ponderou.

Continue lendo

ACRE

Em vídeo, mulher denuncia adulteração de combustível, e causa revolta nas redes sociais

Editorial do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Nesta quinta-feira, 14, uma mulher de nome não divulgado publicou nas redes sociais um vídeo de 18 segundos, onde mostra gasolina ‘batizada’ com água. A mulher informou o nome do posto.

Segundo a consumidora, ela abasteceu seu veículo no Posto Panorama, localizado na Estrada São Francisco, no Bairro São Francisco, em Rio Branco. O posto é revendedor da Petrobras BR.

O vídeo publicado no Facebook, possui mais de 3.000 visualizações e mais de 50 comentários de consumidores, muitos exigindo inclusive a manifestação do PROCON.

A redação do Acre.com.br tentou ouvir a gerência do posto, telefonando para o telefone: (68) ****-8260, encontrado no cadastro da empresa na internet, mas ninguém atendeu as chamadas.

Veja o vídeo:

 

Continue lendo

Promoções

TOP 5 MAIS LIDAS

ACRE.COM.BR © 2017-2019 - Todos os direitos reservados. Contato: (68) 98114-3077.

Faça sua denúncia
Enviar denúncia
Fale Conosco
%d blogueiros gostam disto: