NOSSAS REDES

Cruzeiro do Sul

Durante pescaria no AC, homem morre afogado enquanto tentava soltar rede

G1AC, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Corpo foi achado neste domingo (29) em um açude da BR-364, entre Tarauacá e Cruzeiro do Sul. Acidente ocorreu no sábado (28).

Foto de capa: Bombeiros acharam corpo de pescador na manhã deste domingo (29), em açude da BR-364 — Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros do Acre. 

Um homem morreu afogado durante uma pescaria no açude de uma fazenda da BR-364, entre as cidades de Tarauacá e Cruzeiro do Sul, interior do Acre. O pescador teria mergulhado para soltar a rede de pesca que tinha ficado presa em galhos quando se afogou.

O acidente ocorreu no sábado (28), e o corpo do morador, que estava sem documentos de identificação, foi achado neste domingo (29) por uma equipe do Corpo de Bombeiros do Acre.

Ainda segundo os bombeiros, a vítima estava com um grupo de pessoas pescando, quando a rede se prendeu em galhos. O pescador, então, desceu em apneia – método de prender a respiração debaixo da água- conseguiu soltar a rede, mas não retornou à superfície.

“O corpo foi achado no fundo do açude. Tinha um grupo de pessoas em um pescaria e o acidente aconteceu por volta das 16h30. Não sabemos o nome completo e idade dele. Esperamos os familiares para identificação”, complementou o major Cláudio Falcão.

O major ressaltou que uma equipe foi para o local ainda no sábado. As buscas foram suspensas durante a noite e retomadas na manhã deste domingo.

“Fizemos alguns mergulhos e às 9h foi encontrado. O corpo foi levado para Tarauacá”, concluiu. 

Cruzeiro do Sul

Coronavírus: Em Cruzeiro do Sul, MPAC vai intensificar inspeções em supermercados

Agência de Notícias MPAC, via Acre.com.br

PUBLICADO

em

O Ministério Público do Estado do Acre (MPAC) tem intensificado a fiscalização nos supermercados de Cruzeiro do Sul para evitar aumentos abusivos. Além disso, o promotor Iverson Bueno, titular da Promotoria Especializada de Defesa da Bacia Hidrográfica do Juruá, que possui atribuição na defesa do consumidor, disse que o MPAC permanece atento para evitar aglomerações nesses estabelecimentos.

Segundo o promotor, serão feitas inspeções para que o número máximo de pessoas dentro dos supermercados não passe de 100, bem como para que o espaçamento nas filas seja de dois metros entre os clientes.

Iverson Bueno esteve reunido, na quarta-feira, 25, na sede da Associação Comercial de Cruzeiro do Sul, com comerciantes. O objetivo foi discutir o aumento no preço de alguns itens alimentícios, entre eles, o ovo, que além do reajuste, começou a faltar no comércio local em virtude da pandemia da Covid-19, bem como do período da quaresma.

Os empresários lembraram que, em Cruzeiro do Sul, há somente uma granja, que não atende a demanda atual. A empresa informou que implementou o reajuste em razão do aumento no preço de insumos.

O promotor Iverson Bueno diz que os aumentos serão inevitáveis por causa da demanda e logística. Ele garantiu que o MPAC permanece atento e fará inspeções constantes com verificação de notas fiscais para evitar possíveis abuso.

Continue lendo

ACRE

Sicoob Acre continua aberto, mas permite a entrada de dois clientes por vez

Redação do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Para manter os serviços nas agências e contribuir com a campanha de combate ao coronavírus (Covid-19), a Cooperativa de Créditos e Investimentos do Acre (Sicoob Acre) está limitando a entrada a duas pessoas por vez, realizando a orientação de distanciamento de dois metros entre cooperados e colaboradores, evitando a aglomeração de usuários dos serviços.

O trabalho ainda seguiu a implementação de maior rigor na higienização, aumentando a frequência da limpeza, incluindo a desinfecção constante dos PAs para eliminar a propagação do vírus. O objetivo é evitar a paralisação dos serviços financeiros, dando suporte necessário aos associados que buscam recursos para realizar as compras necessárias durante a quarentena.

“Buscamos segurança e conforto dos cooperados, mas aconselhamos a todos que utilizem o aplicativo para realizar as transações financeiras, deixando para vir a agência apenas em caso de urgência”, explicou o presidente do Sicoob Acre, José Generoso.

Por se tratar da necessidade de segurança, nem todos os colaboradores puderam atuar via home office, por isso, o Conselho de Administração vem cobrando de todos a utilização de itens básicos para a higiene pessoal, evitando que sejam contaminados pelo Covid-19.

“Assim, nossas agências continuam abertas das 8 horas às 13 horas, mas seguindo as normas para evitar a propagação desse vírus”, finalizou José Generoso.

Continue lendo

+30 mil seguidores

TOP MAIS LIDAS

Grupos de notícias