NOSSAS REDES

ESPECIAL

Homem mata esposa com golpes de terçado, e Justiça condena a mais de 28 anos de cadeia

Editorial do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Homem é condenado pelo júri popular a mais de 28 anos por feminicídio.

Vítima foi morta a golpes de terçado, dentro de casa, na presença dos três filhos menores de idade.

O Conselho de Sentença da 1ª Vara do Tribunal do Júri condenou, nesta terça-feira (4), Eduilson dos Santos pelo crime de homicídio qualificado pelo motivo fútil e meio cruel (feminicídio), contra a esposa, Maria Claudia Rodrigues de Oliveira. O crime ocorreu em abril de 2010, na Vila Caquetá, no município de Porto Acre, distante 78 km de Rio Branco.

Foi fixada pena de 28 anos e seis meses de reclusão, em regime inicial fechado, a ser cumprida em local apropriado na Unidade de Recuperação Francisco de Oliveira Conde. O júri foi presidido pelo juiz de Direito, Leandro Gross.

Entenda o caso

Conforme a sentença, a vítima foi morta a golpes de terçado, dentro de casa, na presença dos três filhos menores de idade, após discutir com Eduilson dos Santos, que fugiu para o Mato Grosso horas depois de praticar o crime. Ele ficou foragido por oito anos até ser preso no Estado mato-grossense e, uma vez preso, o processo que ficou suspenso, foi instruído e o réu submetido ao julgamento.

Eduilson dos Santos, de acordo com a sentença, já possuía históricos de agressões contra a companheira e a sogra. Gecom TJAC.

BRASIL

Brasileiros já pagaram R$ 1,1 trilhão em impostos este ano

G1, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Os brasileiros já pagaram R$ 1,1 trilhão em impostos desde o início de 2019. O valor foi atingido na manhã deste domingo (9), segundo cálculo do Impostômetro, da Associação Comercial de São Paulo (ACSP).

O valor corresponde ao total pago para a União, estados e municípios na forma de impostos, taxas, multas e contribuições. Veja o especial “Quanto pagamos de impostos”.

“O Brasil tem uma das cargas tributárias mais altas do mundo, equivalente ou até superior à carga de nações desenvolvidas. Embora tenha uma tributação de primeiro mundo, o Brasil não faz com que esse dinheiro retorne à população por meio de serviços essenciais e políticas públicas de qualidade”, comenta Marcel Solimeo, economista da ACSP.

O Impostômetro

O impostômetro foi criado em 2005 e busca estimar o valor total de impostos, taxas, contribuições e multas que a população brasileira paga para a União, os estados e os municípios.

O total de impostos pagos pelos brasileiros também pode ser acompanhado pela internet, na página do Impostômetro (www.impostometro.com.br). Na ferramenta, criada em parceria com o Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT), é possível acompanhar quanto o país, os estados e os municípios estão arrecadando com tributos e também saber o que dá para os governos fazerem com todo o dinheiro arrecadado.

Continue lendo

FELICIDADE

Inscrições para o Casamento Coletivo do TJAC no Arena da Floresta iniciam nesta quarta, 29 de maio

Gecom TJAC, via Acrenoticias.com - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Cerimônia nupcial ocorrerá no dia 16 de agosto.

As inscrições para o Casamento Coletivo do Projeto Cidadão em Rio Branco, promovido pelo Tribunal de Justiça do Acre (TJAC), estarão disponíveis a partir desta quarta-feira, dia 29 de maio, até 5 de junho, no Palácio da Justiça, no centro. A cerimônia nupcial ocorrerá no dia 16 de agosto, no Estádio Arena da Floresta, às 18h.

Os casais interessados em oficializar a união devem comparecer ao local de inscrição, das 8h às 12h e das 13h às 17h, munidos da documentação exigida pela Coordenadoria do Projeto Cidadão. Não haverá atendimento no final de semana. O limite de vagas é 900 casais.

Durante o ato de inscrição, cada casal será orientado a comparecer aos cartórios para a segunda fase do processo, que é a habilitação. Esse procedimento será do dia 3 de junho a 5 de agosto.

A iniciativa do Casamento Coletivo, ainda que aberta a todos que desejem oficializar o matrimônio, tem como foco principal garantir à parcela menos favorecida da população a validação de seus direitos civis. Por isso, as taxas e emolumentos (cerca de R$ 300 por casal) correm à custa dos próprios cartórios de Registro Civil de Pessoas Naturais. Desde a sua criação, há 24 anos, o Projeto Cidadão promoveu 50.384 uniões nas edições do Casamento Coletivo.

Continue lendo

Super Promoções

ACRE.COM.BR ©2017-2019 - Todos os direitos reservados. Diretora Geral: Fernanda da Silva Alfaia

Fale Conosco