NOSSAS REDES

JUSTIÇA

Vereadores de Tarauacá são agredidos nas redes sociais, e processam três internautas

Avatar

PUBLICADO

em

Vereadores pedem R$20 mil de indenização por danos morais, após serem agredidos na rede social. 

Nesta terça-feira, 11, a vereadora Nerimar Cornélia de Jesus Lima “Veinha” ajuizou o processo nº. 0000236-08.2020.8.01.0014, e o vereador Francisco da Silva Manoel “Narço” ajuizou a ação nº. 0000238-75.2020.8.01.0014 perante a Comarca de Tarauacá.

Os autos tramitam em caráter público (podendo ser acessado por qualquer cidadão), e os reclamados são Antonio Marcos de Araújo Marcelino, Daniel Silva Aguiar e Wilson Prado.

Segundo consta nos autos, os reclamados teriam supostamente ofendido os parlamentares no Facebook. “(…) corja de safados, corruptos”, teria afirmado um dos internautas. Veja a publicação: 

Segundo afirma a vereadora, “os reclamados fizeram comentários desrespeitosos com palavras de baixo calão (…); Que esses comentários regridem a imagem da reclamante, uma vez que a mesma é vereadora e representante do povo desta cidade. Sentindo-se humilhada e constrangida, vem a presença da justiça em defesa de sues direitos“. 

Os parlamentares pedem na Justiça que os reclamados”apresentem provas do que estão comentando e que sejam condenados pagar uma indenização por danos morais o valor não inferior a 20(vinte) salários mínimos e que os mesmo retirem de imediato as postagens que fizeram do Facebook e ainda que se retratem publicamente e ainda que parem de fazer postagem usando o nome da reclamante, tudo na forma da lei“. 

Os reclamados ainda não foram intimados para contestar a ação. 

Tudo que indica que, nos próximos dias, todos os parlamentares ofendidos ajuizarão ações judiciais contra os internautas. O Vereador Diógenes Fernandes “Dólar”, comentou os fatos “(…) Espero que esse cidadão consiga provar perante a justiça que a Câmara de Vereadores de Tarauacá é uma câmara vendida, safada e sem moral! Mais respeito com as pessoas...”, disse. 

 

REDES SOCIAIS

Área do assinante

Receba publicações exclusivas.

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!
WhatsApp chat